Entendendo o Metrô de Londres

Vou começar a fazer uma série de posts para ajudar quem vem visitar a cidade e pode ficar um pouco perdido com tanta coisa diferente do Brasil. O primeiro deles vai ser com dicas de como usar o metrô de Londres, que é o maior e mais antigo do mundo, tendo completado 150 anos agora em Janeiro de 2013. Eu pelo menos, antes de viajar, sempre procuro pesquisar como funciona o transporte de cada cidade e assim quando chego, não me sinto tão perdida ou não passo vergonha. Em Londres o metrô é fundamental, já que a cidade é enorme e existem pontos turísticos em todos os cantinhos. Vamos lá!

OBS.: Caso precise ver qual seria sua rota entre um ponto e outro da cidade, entre no site tfl.gov.uk (clicando neste link você já vai direto para a página de plano de rota) ou no GoogleMaps. É só escrever de onde até que lugar você quer chegar e estes sites já te informam as melhores opções de transporte e conexões.

O underground ou tube é formado por 11 linhas e 270 estações. Este mapinha aí de cima pode ser coletado em qualquer estação e eu aconselho muito ter sempre um desses na bolsa/mochila. Mesmo eu que moro aqui sempre tenho um em mãos. Vamos aos nomes das linhas e suas principais estações (as mais utilizadas pelos turistas) e lá embaixo, algumas dicas essenciais para o uso do metrô:

Bakerloo line (cor marrom)

Waterloo (London Eye e Southbank Centre), Charing Cross (Trafalgar Square/National Gallery), Piccadilly Circus, Oxford Circus (Oxford Street/Regent Street), Regent’s Park (para o parque e o Zoológico de Londres), Paddington (para a estação de trem de onde sai o Heathrow Express e trens para o interior).

Central line (cor vermelha)

Notting Hill Gate (Notting Hill/Portobello Road), Lancaster Gate (Kensington Gardens), Marble Arch (Hyde Park), Bond Street (Oxford Street), Oxford Circus (Oxford Street/Regent Street), Tottenham Court Road, St. Paul’s (St. Paul’s Cathedral), Liverpool Street (Spitalfields Market e Brick Lane), Paddington (para a estação de trem de onde sai o Heathrow Express e vários trens para o interior), Stratford (Parque Olímpico e Westfield Shopping).

Circle Line (cor amarela)

Notting Hill Gate (Notting Hill/Portobello Road), South Kensington (museus Victoria&Albert, Natural History e Science museum), Westminster (Abadia de Westminster, Parlamento/Big Ben, London Eye), Temple (Somerset House/Casa Rio), Blackfriars (Tate Modern), Cannon Street (St. Paul’s Cathedral), Monument (The Monument), Tower Hill (Tower of London, Tower Bridge e City Hall), Liverpool Street (Spitalfields Market e Brick Lane), King’s Cross St. Pancras (estação onde se pega o Eurostar e onde está a plataforma 9 3/4 do Harry Potter), Baker Street (museu Madame Tussauds e museu Sherlock Holmes), Paddington (para a estação de trem de onde sai o Heathrow Express e trens para o interior).

District line (cor verde)

Praticamente a mesma coisa da Circle line. As diferenças são: Wimbledon e Kew Gardens (parque/jardim botânico real Kew Gardens).

Hammersmith & City line (cor rosa)

Mais uma linha que coincide muito com a Circle line. Mesmas estações importantes.

Jubilee line (cor cinza)

North Greenwich (O2 Arena e Cable Car Emirates Airline), Canary Wharf, London Bridge (Borough Market, Tower Bridge, City Hall e Tate Modern), Waterloo (Imperial War Museum, London Eye e Southbank Centre), Westminster (Abadia de Westminster e Parlamento/Big Ben), Green Park (Buckingham Palace), Bond Street (Oxford Street), Baker Street (museu Madame Tussauds e museu Sherlock Holmes), St. John’s Wood (Abbey Road – atenção: a estação de DLR chamada Abbey Road NÃO é a da rua dos Beatles, a correta é St. John’s Wood), Wembley Park (estádio de Wembley).

Metropolitan line (cor roxa)

Uma das linhas menos usadas por turistas (eu mesma não me lembro de ter usado essa linha até hoje).

Estações: Liverpool Street (Spitalfields Market e Brick Lane), Baker Street (museu Madame Tussauds e museu Sherlock Holmes), Wembley Park (estádio de Wembley).

Northern line (cor preta)

Waterloo (Imperial War Museum, London Eye e Southbank Centre), Charing Cross (Trafalgar Square/National Gallery), Leicester Square, London Bridge (Borough Market, Tate Modern, Tower Bridge), Camden Town, King’s Cross St. Pancras (estação onde se pega o Eurostar e onde está a plataforma 9 3/4 do Harry Potter).

Piccadilly line (cor azul escuro)

Linha do aeroporto de Heathrow, para todos os terminais. Só atente para o fato de que existem dois trens que vão para o aeroporto: um deles serve os terminais 4 e 1,2,3 e o outro 1,2,3 e 5. Então se você precisa chegar aos terminais 4 ou 5, preste bastante atenção, pois o trem que vai para um deles, não chega ao outro. É só conferir o destino no painel luminoso e na frente do trem.

Estações: Hyde Park Corner (Hyde Park), Green Park (Buckingham Palace), Piccadilly Circus, Leicester Square, Covent Garden, King’s Cross St. Pancras (estação onde se pega o Eurostar e onde está a plataforma 9 3/4 do Harry Potter), Arsenal (Emirates Stadium).

Victoria line (cor azul)

Green Park (Buckingam Palace), Oxford Circus (Oxford Street/Regent Street), King’s Cross St. Pancras (estação onde se pega o Eurostar e onde existe a plataforma 9 3/4 do Harry Potter).

Waterloo & City line (cor azul claro)

A menor linha de todas, vai apenas de Waterloo a Bank.


Dicas que valem para todas as linhas:


Entendendo o metrô de Londres
- Sempre observe a direção do trem. Perto da entrada de cada sentido (eastbound ou westbound e northbound ou southbound), existe um mapa com o nome de todas as estações em ordem de parada (como a imagem ao lado). É só achar o nome da estação para a qual você quer ir, e assim você vai saber se tem que entrar na porta da direita ou da esquerda. A estação na qual você se encontra, é sempre marcada em negrito (na imagem, a estação é a Piccadilly Circus). Sempre dê uma conferida nesses mapas da entrada para não correr o risco de errar a direção!
– Quando a linha tiver ramificações, ache a de seu destino e observe bem qual é o nome da última estação na mesma linha. Ao chegar na plataforma, verifique nos telões ou na placa em cima do primeiro vagão se o sentido deste trem tem o mesmo nome da última linha do mapa que você observou anteriormente.
– No mapa existe a legenda, mas não custa explicar. As bolinhas brancas que você vê no mapa do metrô, são as junções, ou seja, onde uma linha cruza com a outra. Se você precisar fazer baldeação, fique de olho nessas bolinhas brancas para saber onde tem que descer.
Entendendo o metrô de Londres- Tenha sempre seu Oyster ou seu ticket em mãos, pois você vai precisar dele ao entrar e sair das estações (no caso do Oyster, é só fazer como indica a imagem ao lado). Já saia do vagão com ele na mão, nunca deixe para procurar dentro da bolsa ou mochila lá na porta, para evitar travar a fila na hora de sair. Tudo aqui acontece muito rápido, todo mundo anda correndo e faz tudo com muita agilidade. Não queira atrasar a saída de alguém do metrô! ;)
– Já no início da escada rolante existe um aviso “keep right” ou “stand on the right“. Obedeça! Se você quer ficar parado e subir a escada normalmente, sem pressa, fique à direita. Se estiver com pressa e quiser subir andando, vá pela esquerda. Nunca fique parado do lado esquerdo, ou vão reclamar de uma forma nada educada atrás de você. Evitar pagar mico e irritar alguém é bom e todo mundo gosta!
– O “Mind the Gap” que você tanto vai ouvir e ver no metrô tem uma utilidade: preste atenção no vão entre o trem e a plataforma! Em algumas estações este vão é bem grande, e você não vai querer se machucar, né?
Entendendo o metrô de Londres

- Aqui as pessoas são educadas, lembrem-se disso. Portanto, espere todo mundo sair do trem antes de tentar entrar. Tudo funciona direitinho e bem rapidamente, tenha paciência.
– Para verificar o status das linhas, preços, melhores rotas e outras informações sobre todos os meios de transporte em Londres, visite o site www.tfl.gov.uk .
– Não tire foto com flash quando o trem estiver se aproximando da plataforma. Isso atrapalha a visão do motorista e pode ser bem perigoso.
– Aguarde atrás da linha amarela SEMPRE!

Pode parecer complicado, mas depois do primeiro dia você já pega o jeito e vê que não tem como ser mais simples andar pela cidade. Eu, que vim de uma cidade em que o metrô é praticamente inexistente, achei que nunca fosse conseguir andar por aí sozinha, mas em menos de uma semana já andava sem medo de errar. Preste bastante atenção e se for o caso, pergunte pra algum funcionário do metrô ou pra alguém que está passando. Na dúvida, é melhor perguntar do que se perder.

OBS.: Caso precise ver qual seria sua rota entre um ponto e outro da cidade, entre no site tfl.gov.uk (clicando neste link você já vai direto para a página de plano de rota) ou no GoogleMaps. É só escrever de onde até que lugar você quer chegar e estes sites já te informam as melhores opções de transporte e conexões.

 

 

ENCONTRE HOTÉIS BARATOS EM LONDRES

booking banner

About these ads
Comments
24 Responses to “Entendendo o Metrô de Londres”
  1. Grazielle disse:

    Olá Luiza! Fiquei com uma dúvida, preciso ir de Embankment para Watford Junction, passando por Euston. Olha se meu raciocinio é correto. Em Embankment pegar a linha Northern com destino a Euston. Em Euston comprar o bilhete p Watford Junction e embarcar no trem da linha London Overground com destino a Watford Junction. É isso?

    • Luiza Ferrari disse:

      Grazielle, tudo bem?
      Isso. Você pega a Northern line em Embankment com destino final em Edgware e desce em Euston, onde pega o Overground.
      Na verdade o Overground não é utilizado com um bilhete separado. O mesmo Oyster ou bilhete que você usar no metrô, pode ser usado pra entrar no Overground também. :)

  2. Dilma Resende disse:

    Oi luiza. Parece tdo ok, mas vou passar um dia so em Londres e como ja conheço queria ir a Windsor. Logo, tenho pouco tempo. Pelo que entendi, em st pancras eu pego metro para Waterloo e em Waterloo trem para Windsor e na volta o inverso… é isso mesmo? é facil em St pancras me localizar para Waterloo? desde já agradeço a at~enção e o carinho em responder.
    bjs

    • Luiza Ferrari disse:

      Em St Pancras é só seguir as indicações para o “underground”. Como você vai ter que pegar o metrô até Waterloo, não tem muita complicação, pois existem várias placas indicativas pela estação :)

  3. Mseism@gmail.com disse:

    Ola, luiza,
    Gostaria de saber como faco chegar de earls coult no Aeroporto Heathrow.
    Obrigada,

    • Luiza Ferrari disse:

      Olá!
      A estação de Earls Court é linha azul (Piccadilly Line), que é a mesma linha do aeroporto. É só pegar na direção que leva aos terminais de Heathrow.
      Qualquer dúvida, você pode consultar a rota no site tfl.gov.uk ou no google maps.
      Um abraço

  4. ADRIANA EGITO disse:

    Olá Luiza, gostaria de sua orientação: como ir de Victoria underground Station até a St. Pancras Station (de onde sai o trem Eurostar para Paris) de metrô?

  5. ADRIANA EGITO disse:

    Luiza, obrigada pela informação!

  6. Lena disse:

    Olá Luiza! Eu e meu esposo vms p Londres e nosso vôo desce no Aeroporto Gatwick. Como faço p chegar ao hyde park, pois vms nos hospedar no the hyde park hotel. Qual o melhor transporte? Vc poderia nos ajudar? Aguardo sua ajuda. Obrigada!

    • Luiza Ferrari disse:

      Oi, Lena!

      Gatwick oferece opção de trem ou ônibus até o centro da cidade. O trem normalmente é mais rápido, custa cerca de £10 por trajeto e te deixa em London Bridge (de lá você pode pegar o metrô até o seu hotel. Coloque a estação como ponto inicial e o endereço do seu hotel como final em um dos sites indicados, para saber a melhor rota).

      Em relação à passagem para Amsterdam, creio que seja possível comprar no aeroporto, mas é sempre muito mais caro. Não sei te dizer se a diferença de preço faz compensar comprar daí e pagar iof ou comprar aqui no aeroporto, pois depende muito do valor da passagem em cada dia. Talvez seja melhor comprar aqui mesmo…

  7. Lena disse:

    Oi Luiza! Sou eu novamente… Estamos na dúvida se compramos as passagena p amsterdam por aqui (brasil). Então, vc saberia me dizer se é fácil comprarmos passagens aéreas para amsterdam no aeroporto gatwick, pois fkremos 3 dias wm londres e dps vms p amsterdam. Obrigada!

  8. CLÁUDIO ELY disse:

    Oi, Luiza. Estou indo a Londres para assistir ao ATP FINALS de tênis na próxima semana. Vou ficar em Piccadilly Circus. Pelo que visualizei, tomo o metrô Bakerloo em Piccadilly e faço conexão para a linha Jubilee na estação Waterloo.e vou até a North Greenwich. É isso?
    Abraço,

    Cláudio Ely

    • Luiza Ferrari disse:

      Oi, Claudio!
      Se você vai até North Greenwich, deve pegar a Piccadilly Line até Green Park e lá pegar a Jubilee Line ou pode fazer isso mesmo que falou.
      Só veja nos sites indicados qual é a forma mais rápida ;)

  9. Milena disse:

    Oi Luiza, tudo bem? Vou passar alguns dias de férias em Londres agora no final do ano e sei que vou usar demais o metrô. Queria saber qual bilhete devo comprar (a opção mais econômica). Ficarei 4 dias na cidade. Bjs e obrigada! Milena

    • Luiza Ferrari disse:

      Oi, Milena.
      Se você tem certeza de que vai usar muuuito o metrô, teria que comprar um travelcard diário para cada dia que você for ficar aqui. Fora essa opção, só existe o travelcard semanal, que no caso não compensaria pra você.
      O preço do cartão diário para ser utilizado entre as zonas 1-2 é £7.30 (durante a semana só pode ser usado após 9:30am e no final de semana pode ser usado o dia inteiro) ou £8.80 sem restrição de horário.
      Para saber mais sobre as opções de passes de transporte, entre nesse link.
      Bjinho

  10. Carolina disse:

    Muito boas informações!!! Obrigada

  11. Marcos Monteiro disse:

    Olá, Luiza. Parabéns e obrigado pelo blog. As informações são realmente relevantes. Estou com uma dúvida a respeito de seguir para Heathrow pelo metrô. Já vi as referências das estações, mas a minha dúvida é com relação às malas. Vou com esposa e dois filhos e gostaria de saber se é tranquilo, se tem uma roleta especial para quem estiver com bagagem.
    Obrigado,
    Marcos Monteiro

    • Luiza Ferrari disse:

      Oi, Marcos.

      Existem catracas mais largas pra quem está com mala e em várias das principais estações, existem elevadores também.
      Eu sempre vou e volto de lá de metrô e apesar de ser cansativo, é tranquilo (e bem mais barato que taxi ou trem).

      Um abraço!

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] de passagens para estudantes e idosos, entre diretamente no site do Transport For London e para entender como funciona o metrô em Londres, é só ler este post que eu fiz algum tempo […]

  2. […] de passagens para estudantes e idosos, entre diretamente no site do Transport For London e para entender como funciona o metrô em Londres, é só ler este post que eu fiz algum tempo […]

  3. […] – Entendendo o Metrô de Londres […]

  4. […] Foi um dia extremamente agradável e eu amei cada uma das paradas nessa tour. O ônibus saiu da Victoria Coach Station às 9:00am e a primeira parada, que seria o castelo, acabou sendo Oxford (era feriado e a guia, […]



Deixe um comentário ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 163 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: