15 dos mais impressionantes templos do Japão
Japão

15 dos mais impressionantes templos do Japão

Um dos símbolos mais icônicos do Japão são seus maravilhosos templos, espalhados por todo o país. Os templos japoneses normalmente usam sufixos “tera/dera” ou “in” em seu nome, como você vai perceber vendo a lista abaixo. Os dois primeiros indicam se tratar de um templo principal. Já “in” normalmente se refere a templos menores.

É bastante comum encontrar templos do Japão que existem há mais de 1.200 anos, sendo que alguns ainda conservam até suas características e estruturas originais. Assim como aconteceu com alguns dos castelos japoneses, vários templos também tiveram que ser reformados devido a destruições causadas por terremotos ou incêndios.

Uma viagem à Terra do Sol Nascente não está completa sem se visitar ao menos um dos impressionantes templos do Japão. Entre os milhares, separei alguns dos principais e dos que mais gostamos em nossas idas ao país, como sugestão para que você inclua em seu roteiro. A maioria fica em Kyoto, cidade que abriga mais de 1600 templos.

 

15 dos mais impressionantes templos do Japão

 

Kiyomizu-dera (Kyoto)

templos do japão

 

Um dos mais famosos templos budistas do Japão, o Kiyomizu-dera (Templo da Água Pura) foi fundado em Kyoto em 798, o que significa que tem mais de 1200 anos de idade! Seu enorme pavilhão principal, todo de madeira, foi totalmente construído sem a utlização de pregos, o que é bastante impressionante.

O local, que oferece uma das vistas mais bonitas de Kyoto, foi designado como Patrimônio Mundial da Unesco em 1994 e é muito visitado o ano inteiro, mas principalmente durante a Primavera, na época das cerejeiras do Japão e da mudança de cores da vegetação durante o Outono.

 

Kinkaku-ji (Kyoto)

templos do japão

 

Kinkaku-ji (Templo do Pavilhão Dourado) é um dos mais famosos templos do Japão e um dos mais visitados por sua beleza e seu intrigante exterior praticamente inteiro coberto de folhas de ouro puro. O templo possui três andarem, sendo o térreo o único não folheado a outro.

Os jardins que o cercam são muito bonitos e chamam bastante a atenção dos milhares de turistas que lotam o templo todos os dias. Também é um Patrimônio Mundial da Unesco e foi construído em 1397.

 

+ LEIA MAIS:

 

Ginkaku-ji

templos do japão

 

Ginkaku-ji (Pavilhão Prateado) foi construído em 1482, inspirado no Kinkaku-ji (templo anterior). O objetivo era fazer o templo inteiro folheado de prata, porém, uma guerra civil acabou com estes planos e o templo é, até hoje, uma obra inacabada.

Não é tão impressionante quando o Pavilhão Dourado, mas é bastante bonito e com certeza, vale muito uma visita.

 

Byodo-in

templos do japão


O Templo Byodo-in foi construído em 998 e originalmente era a casa de campo de Minamoto no Shigenobu. Após sua morte, a propriedade foi comprada por Fujiwara no Michinaga e transformada em um templo budista em 1052. Em 1953, foi construído o Salão da Fênix, cercado por uma lagoa que reflete o templo com perfeição.

Este Templo está entre os 17 locais listados como Patrimônio Mundial da UNESCO da “Antiga Kyoto” (Kyoto, Uji e Otsu) e é muito importante por uma curiosidade bem legal: sua imagem pode ser vista estampada no verso da moeda de 10 ienes!

 

Todai-ji (Nara)

templos do japão

templos do japão

Todai-ji (Grande Templo Oriental) é um complexo budista localizado na cidade de Nara e um dos que mais me impressionou (e emocionou). O templo abriga a maior estátua de bronze de Buda do mundo, o conhecido no Japão como Daibutsu. Todai-ji também é classificado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Nas duas vezes que visitamos este Templo, me emocionei muito ao ver a enorme construção de madeira (que também é uma das maiores do Japão) e chorei muito… Não tem muita explicação, mas este é, sem dúvidas, um dos meus lugares preferidos no país e um dos templos do Japão que eu mais amo.

 

Senso-ji (Tokyo)

templos do japão

 

Senso-ji, também conhecido como Templo de Asakusa, é o templo budista mais antigo de Tóquio, datado em 645 d.C. Seus portões de entrada com as icônicas lanternas vermelhas são impressionantes!

Além disso, lá também encontramos o pagoda Gojunoto, um pequeno jardim que fica ainda mais belo durante a época das cerejeiras do Japão e a rua Nakamise-dori (um dos melhores locais para se comprar souvenir em Tokyo) entre o Portão Kaminari-mon e o salão principal do Templo Senso-ji. Outro dos meus lugares preferidos no Japão, sem dúvidas.

 

Seiganto-ji  (Wakayama)

templos do japão
Foto: wikimedia commons

 

Seiganto-ji (Templo das Ondas Azuis) é o único Templo da lista que não foi visitado por nós, mas que aparece por não ter como não ser impressionante. Tentamos ir nas duas visitas do Japão, mas infelizmente não conseguimos… 🙁

O Templo, que foi construído perto da cachoeira Nachi, estampa guias de viagens e cartões postais e foi listado em 2004, como Patrimônio Mundial da Unesco, sob o nome de “Rotas sagradas de peregrinação na Cordilheira Kii”.

 

+ LEIA MAIS

 

Zenko-ji (Nagano)

templos do japão

 

Zenko-ji é um templo budista construído no século 7 na cidade de Nagano, que foi originalmente construída ao redor dele. Ele é enorme e nos impressionou muito, entrando direto na lista dos mais belos templos do Japão, na nossa opinião.

Acredita-se que o Templo abriga a primeira estátua de Buda a chegar no Japão. Com mais de 1400 anos de idade, o Templo Zenko-ji é considerado uma obra-prima da arquitetura budista e atrai mais de 6 milhões de turistas todos os anos. É a principal (e uma das poucas) atração turística de Nagano.

 

Daisho-in (Miyajima)

templos do japão

 

Daisho-in é um enorme complexo com vários templos e estátuas budistas localizado no Monte Misen, a montanha sagrada na ilha de Miyajima. Foi fundado há 1200 anos e está próximo ao Santuário de Itsukushima e seu famoso Torii vermelho que fica na água, ambos listados como Patrimônio Mundial da Unesco.

Além de seus templos muito bonitos, o que mais chama a atenção ali são as 500 estátuas Rakan alinhadas nos degraus que levam ao salão principal. As estátuas possuem expressões faciais únicas e algumas ganharam “presentes” como toucas e colares.

 

Kotoku-in (Kamakura)

templos do japão

 

Kotoku-In é famoso por abrigar o Grande Buda (Kamakura Daibutsu), uma estátua enorme de Buda toda feita em bronze e uma das maiores do Japão. A estátua foi construída por volta do ano de 1252 e tem aproximadamente 13,35 metros de altura. Tanto o Templo Kotoku-in como a estátua, foram designados como Patrimônio Mundial da Unesco.

O mais interessante é que a estátua é oca por dentro e os visitantes podem entrar e até deixar mensagens nas paredes dentro dela.

 

Daigo-ji (Kyoto)

templos do japão

 

Daigo-ji é um templo budista em Kyoto, fundado em 874. São mais de 80 estruturas, que além de serem consideradas Tesouros Nacionais do Japão, estão listadas como Patrimônios Mundiais da Unesco e ocupam toda a Montanha Daigo. Na parte de baixo da montanha, está a famosa pagoda de cinco andares e sua ponte, que é considerado a mais antiga estrutura arquitetônica existente em Kyoto.

Este Templo é bastante visitado durante o Outono, quando as folhas ficam laranjas e vermelhas e contrastam com as cores dele, fazendo com que o cenário fique ainda mais bonito.

 

Fushimi Inari-taisha (Fushimi)

templos do japão

 

Fushimi Inari-taisha é um importante templo xintoísta ao sul de Kyoto e é muito famoso (uma das atrações mais visitadas do Japão) por seus milhares de portões “torii” vermelhos, que aparecem lindamente no filme “Memórias de uma Gueixa”.

Além de trilhas pelas montanhas e dos portões, o templo em si é muito interessante, totalmente dedicado a Inari, o deus do arroz. São encontradas também várias esculturas de raposas pelo local, pois elas são vistas como mensageiras.

 

Otagi Nenbutsu-ji (Arashiyama)

templos do japão

 

O Templo dos Mil Budas, situado em Arashiyama (perto de Kyoto), não é dos templos do Japão entre os mais bonitos que vimos, mas certamente está entre os mais interessantes e impressionantes. Já escrevi bastante sobre ele aqui e para quem quiser saber sua história e como chegar nele, basta clicar “Otagi Nenbutsu-ji: o incrível Templo dos Mil Budas em Kyoto“.

 

Tenryu-ji (Arashiyama)

 

Localizado no meio da floresta de bamboos de Arashiyama, o Templo Tenryu-ji é o mais importante da região e foi construído em 1339. Seus jardins, ao contrário de seu interior, permaneceram intactos mesmo após guerras e incêndios e são dos mais bonitos do Japão e um dos nossos preferidos.

 

Templos de Nikko

 

Nikko é uma cidade localizada na entrada do Nikko National Park, famosos por seus impressionantes templos localizados nas montanhas. Entre as cerca de 103 estruturas e templos, os mais famoso são o Toshogu, que é um dos mais detalhados do Japão e o Futurasan, que inclui 23 estruturas somente em seu interior.

 

Este post é parte de uma “Blogagem Coletiva”, o que significa que vários blogs se uniram para falar sobre o tema “Templos Religiosos”. Para conferir mais informações sobre templos ao redor do mundo, veja os links abaixo:


VOCÊ PODE GOSTAR

Veja também

Quanto custa viajar para o Japão? Todos os custos básicos

Otagi Nenbutsu-ji: o incrível Templo dos Mil Budas em Kyoto

Disqus shortname is required. Please click on me and enter it

09 Comments

  1. Cynara Vianna

    Nossa, babei com esse post. Estou planejando uma viagem para o Japão, ainda sem data definida, mas estamos no processo de organização. Anotei tudo. Amei.

    28/08/2018 Responder
  2. Nivia

    Estou programando a viagem para o Japão ano que vem, mas com tantos templos vou ter que ampliar os dias 🙂

    14/08/2018 Responder
    • Luiza Ferrari

      Uma vida não seria suficiente pra conhecer o Japão, viu.. hahaha
      Escolhe os que te interessam mais e com certeza, já vai amar!

      18/08/2018 Responder
  3. Marcia Picorallo

    Que ótima escolha para a BC! Japão é sonho de consumo e este post vai ajudar no planejamento quando finalmente se realizar.

    31/07/2018 Responder
  4. Marcelo Ribeiro

    Os templos budistas chamam muito a minha atenção e tentei escolher um entre os que você postou, mas foi difícil.
    Um mais interessante que o outro. Parabéns pela seleção!

    30/07/2018 Responder
    • Luiza Ferrari

      São realmente muito lindos! Todos foram inesquecíveis!

      13/08/2018 Responder
  5. Gisele Prosdocimi

    Cada vez tenho mais interesse em conhecer o Japão e sua cultura milenar; quanta história, beleza e tradição.
    Um país para se apaixonar, adorei as fotos e o post, quem sabe um dia não irei em cada um dos templos mencionados? Assim espero!!!
    Beijos.

    29/07/2018 Responder
    • Luiza Ferrari

      Vai sim, Gi! Torcendo aqui 🙂
      É impressionante e inesquecível! Bjinhos

      13/08/2018 Responder
  6. Aline DP

    Impressionante como esses templos japoneses são lindos!
    Adorei saber um pouco sobre eles e amei as fotos!
    Parabéns pelo post :*

    28/07/2018 Responder

LEAVE A COMMENT