15 lugares que mais me impressionaram no mundo
Reflexões

15 lugares que mais me impressionaram no mundo

Como as viagens vão diminuir drasticamente de agora em diante, eu fico aqui pensando em tudo o que nós já fizemos e vimos por esse mundão maravilhoso. Tem coisa melhor do que ficar relembrando as viagens? Resolvi então, depois de muito pensar, fazer uma lista com alguns lugares impressionantes pelo mundo depois de ter visitado 35 países. Não foi fácil. Já aviso que por ser um tanto quanto pessoal, vocês vão conhecer um pouquinho mais sobre mim lendo sobre os escolhidos, então vamos lá (nenhuma ordem específica, mas o melhor tá lá embaixo por último):

*as fotos marcadas com @ foram retiradas do meu perfil no instagram ou do André. Aproveita pra seguir a gente por lá pra ver mais fotos!

1  Tower Bridge – Londres, UK

A Tower Bridge é a minha parte preferida de Londres. Foi a primeira construção famosa que eu vi quando cheguei e nunca vou me esquecer nem do dia e nem do que eu senti quando a vi. Foi naquele dia que eu comecei a aceitar a mudança de país e fiquei realmente feliz por morar aqui… Fora isso, ela é absurdamente linda e parece saída de um conto de fadas. Em um dia quentinho é super gostoso passear pela região, atravessar a ponte e ver a vista ou esperar a Tower Bridge abrir. É óbvio que eu também amo outras coisas por aqui, como o Big Ben (ou Elizabeth Tower) e o Parlamento, mas a Tower Bridge tem um significado diferente. 😉

Tower Bridge florida com papoulas de cerâmica
Foto tirada durante o meu período como voluntária para a retirada das papoulas que ficaram expostas em 2014.

 

Tower Bridge em um belo dia de sol em Londres.

 

2 Fontana di Trevi – Roma, Itália

Se a Tower Bridge é a ponte mais linda do mundo na minha opinião, a Fontana di Trevi ocupa essa posição em relação às fontes. Eu amo tudo em Roma, mas essa fonte tem um lugar especial no meu coração e me emociona todas as vezes que passo por lá. Minha primeira viagem internacional foi com 4 anos de idade, justamente para a Itália. Não lembro de muito fora do parque de diversões e das praias, mas lembro de estar lá na Fontana com a minha mãe e a minha irmã e de jogar moedinhas pedindo brinquedos que via em comerciais da TV lá. Anos mais tarde, com 25 anos nas costas, tive a oportunidade de viajar de novo e não tive dúvidas: dei a ideia, o André gostou e acabei voltando à Itália. Talvez pelas lembranças da infância eu fique tão emocionada, mas a grandiosidade da Fontana di Trevi é algo sem explicação. É tão linda e imponente que fica difícil descrever. Também amo o Coliseu e tantas outras coisas em Roma, mas tenho um carinho maior pela Fontana.

 

Créditos na foto.
Foto: Pablo Fernández (creative commons)

3 Grand Palace – Bangkok, Tailândia

Esse fez parte da nossa última viagem e era algo que sempre encabeçava a minha listinha de desejos “viajísticos”. Foi um inferno até entrar, parecia que tinha um milhão de turistas perdidos tentando achar a entrada certa e um calor de matar! Mas na hora que a gente passou do portão, nem essa turistada toda estragou a beleza do Grand Palace. Que coisa maravilhosa, quantos detalhes, cores, quanta coisa pra ver! Dá pra se passar dias e dias ali só admirando tantos detalhes e tirando fotos de tudo… Fiquei igualzinho boba rodando tentando absorver tudo e ainda saí chateada com a sensação de que não tinha visto nem metade – comecei a passar muito mal por causa do calor e não aguentei andar tanto quanto gostaria lá dentro.

Detalhes do Grand Palace em Bangkok.

Detalhes do Grand Palace em Bangkok.

4 Praça Vermelha – Moscou, Rússia

Quando visitamos Moscou eu estava no comecinho da gravidez, passando muito mal e sem conseguir fazer nada direito… Mas foi ver a Praça Vermelha e a Catedral de São Basílio mesmo que de longe, que eu me empolguei. É tão grandioso e tão lindo, que eu juro que devo ter passado horas de boca aberta olhando aquilo tudo. A Catedral é a mais linda que já vi na vida, parece coisa de João e Maria, feita de balas (e eu amo balas, talvez seja esse o motivo do meu amor por ela! Hahaha). Mas nem só ela chama a atenção ali. Os muros vermelhos, a Torre do Relógio no Kremlin e todas as dezenas de construções dentro dele. Quando a gente foi, ainda havia uma feirinha linda de Natal bem no meio da praça. Juntando tudo isso com a neve caindo, não poderia ter sido mais perfeito!

Praça Vermelha em Moscou durante o Natal.

Praça Vermelha em Moscou durante o Natal.

Praça Vermelha em Moscou.

Praça Vermelha em Moscou.

5 Pirâmides do Egito – Giza, Egito

Acho que nem preciso falar muito, afinal de contas são as Pirâmides do Egito, certo? Sim, elas ficam no meio da cidade numa parte horrível dela. Mas e daí? São elas, logo ali na frente, aquelas pirâmides que a gente tanto estuda na escola e vive a vida inteira lendo sobre. A sensação de estar ali frente a frente com elas é indescritível e até meio surreal… Pensando bem, acho que até agora a ficha não caiu, viu. Fora isso, elas são as únicas que faziam parte das “7 Maravilhas do Mundo” originais que ainda existem.

Pirâmides do Egito e Esfinge.

Pirâmides do Egito e camelo.

Pirâmides do Egito.
Foto-micão tirada pelo guia. Contei mais lá no instagram @bloglondonso.

 

6 Navagio Beach – Zakynthos, Grécia

Sem dúvidas essa é a praia mais linda que nós já conhecemos, a ponto de me fazer lacrimejar de tanta emoção (e eu nem gosto de praia, hein?). A cor da água, das falésias, a localização… Tudo, absolutamente tudo ali é perfeito! Nem a água gelada de doer tira o encanto dela. Sabe aqueles lugares que você não se cansa de olhar, que pode ficar ali horas babando de boca aberta e não vai cansar? Eu sou meio idiota e na hora de despedir da vista lá do alto, quase chorei com um aperto enorme no coração. Linda de doer!

Navagio Beach em Zakynthos, Grécia.

 

7 Grande Muralha da China – Mutianyu, China

Uma das “7 Maravilhas do Mundo Moderno”, essa imensidão de muralha é realmente impressionante. Foi uma loucura pisar lá, um lugar que eu jamais imaginei que iria ter o prazer de visitar! Demorei alguns minutinhos pra realmente acreditar que era “A” Muralha da China. É linda, enorme e extremamente fotogênica. Apesar do cansaço de subir e descer mil degraus com um barrigão, cada segundinho ali valeu muito a pena (principalmente por ela estar bem vazia e ter sido tranquilo andar e tirar fotos).

Nós com nossa pequena na Muralha da China. <3

 

A Grande Muralha da China.

8 Vista da Ponte Accademia e Carnaval de VenezaItália

Específico, né? Pois é, eu tenho a minha parte preferida de Veneza bem definidinha. Tem uma foto que sempre aparece quando se fala em Veneza e é justamente da Ponte Accademia que se tem essa vista, que é a minha preferida da cidade. Pra não ficar tão bobo e porque eu realmente amo Veneza, não tem problema citar também o Carnaval de lá que é muuuito bacana, né? Fiquei impressionada com a beleza da festa e me diverti horrores tirando foto dos mascarados. Algo que com certeza vale a pena presenciar.

Fantasiados no Carnaval de Veneza.

Vista Ponte Accademia em Veneza.

 

9 The Treasury – Petra, Jordânia

Talvez se a lista estivesse em ordem, esta merecesse estar lá nos primeiros lugares. O caminho até chegar neste monumento já é maravilhoso por si só. É um canyon lindo, com várias cores e curvas pra qualquer amante de natureza babar. Quando chegamos pertinho dela, nosso guia fez uma piadinha apontando pro alto e mandando todo mundo olhar pra cima tentando achar uma pedra em formato de elefante… Os bobos todos ficaram tentando achar o tal bicho nas pedras, até que ele desceu com o braço e mostrou toda a beleza que estava bem na nossa frente: a Treasury! Nunca vou me esquecer disso! Deu um baita baque e eu tive que segurar forte pra não dar uma choradinha de leve. É muita beleza e muito detalhe encravado numa rocha. Simplesmente maravilhoso!

Treasury em Petra, Jordânia.

Treasury em Petra, Jordânia.
A vista depois da brincadeirinha do guia.

10 Fjadrargljufur CanyonIslândia

Olha, escolher uma coisinha só na Islândia foi quase impossível… Aí eu lembrei desse canyon, que nós brincamos que é o nosso cantinho, já que quase ninguém conhece e ninguém nem chegou perto dele enquanto nós passamos horas por lá. Sabe o clipe de “I’ll Show You” do Justin Bieber? FOI FILMADO LÁ! Eu não sou fã dele, mas alguém no meu facebook compartilhou esse video e só de ver a fotinho eu já soube onde era… Sou ciumenta e morri de raiva! É, eu sou desse tipo de besta. Hahaha. Veja o video (mesmo que sem som) e babe nessa maravilha!

Fjadrargljufur canyon na Islândia.

11 Templo de Karnak – Luxor, Egito

E lá vou eu falar que chorei de novo em viagem… Mas não tenho vergonha não! :p
Fazia questão absoluta de conhecer esse lugar e apesar de a gente ter ido em uma excursão que saiu do hotel às 3h da manhã voltando às 23h e de termos voado num “avião” que não caiu porque não era a nossa hora, nunca vou me arrepender dos perrengues e do cansaço. Que coisa incrível!! As torres são enormes, lotadas de detalhes nas pedras – aqueles hieróglifos que a gente tanto vê a vida toda, logo ali na nossa frente, podendo até tocar neles! É muita história pra absorver, dá uma emoção sem igual. Gostei até mais do Templo de Karnak do que das Pirâmides, pra ser bem sincera. Luxor vale a pena também pelo Vale dos Reis, que foi nosso primeiro contato com o Egito que a gente esperava e que me fez pagar um micão de chorar de perder o ar dentro de uma das tumbas quando vi os hieróglifos pela primeira vez. Hahaha

Templo de Karnak em Luxor.

Templo de Karnak em Luxor.

12 Azure Window – Gozo, Malta

Mais uma maravilha da natureza, das que mais marcaram até hoje. Fãs de Game of Thrones, NÃO tem nada a ver a série com a aparição da Azure Window aqui, hein? Eu nem assisto isso e acho que quando nós fomos lá nem existia a série ainda. Ela nada mais é que uma formação rochosa gigantesca que parece uma janela com vista para o mar azulzinho maravilhoso. O queixo cai na hora, não tem jeito! Malta também foi complicada de escolher uma coisa só, é tudo tão lindo que fica difícil, viu.

Azure Window em Gozo, Malta.

 

13 República de San Marino

Um mini país dentro da Itália, mas que é tão lindo, mas tão lindo, que é igualzinho a um conto de fadas! A parte histórica é pequenininha, fofa e apaixonante. Dá pra fazer tudo a pé sem cansar, o que torna o passeio ainda melhor… Daquelas viagens tranquilas e gostosas de relembrar. Ótimo destino romântico e para amantes de cidades medievais.

San Marino.

 

14 Parlamento – Budapeste, Hungria

Contei 15, mas na verdade só tinha 14 lugares na lista… Aí entrou em ação o super-marido e me lembrou do Parlamento em Budapeste. Lindo, lindo, lindo! Imponente e chama muito a atenção. É bonito de perto, de longe, de dia e de noite quando fica todo iluminado refletindo no Rio Danúbio. Um dos pontos altos dessa viagem que nós fizemos pela Áustria, Eslováquia e Hungria, na minha cidade preferida entre todas as que conhecemos nessa viagem.

Parlamento de Budapeste, Hungria.

15 JAPÃO!

É, o Japão vai ser o país inteiro, porque é impossível escolher só uma coisa… Eu amo o Japão, amava antes de conhecer e hoje em dia eu sei que é o meu país preferido no mundo, disparado e sem comparação nenhuma com nenhum outro. Não é exagero! Tokyo é incrível, super tecnológica, cheia de cores, sons e pessoas diferentes. Uma mistura de novo e antigo muito legal (o que mais gostei em Tokyo foi o templo Senso-ji em Asakusa e Shibuya). Kyoto é o Japão que eu sempre sonhei, desde antes dos 10 anos de idade. Os templos são maravilhosos, uma paz difícil de se encontrar em outros lugares. Gion das gueixas, o templo Eikan-do, o Pavilhão Dourado, Arashiyama e a floresta de Bamboos… Tudo muito perfeito e tudo isso fez a chorona em mim quase morrer sem fôlego por tentar segurar um choro de emoção que vinha tão forte, que não dava nem pra esconder!

Miyajima no pôr-do-sol.

Eikan-do em Kyoto.
Eikan-do em Kyoto.

 

Castelo de Osaka
Castelo de Osaka.

 

Hiroshima, Miyajima, Nikko, Osaka, Himeji… Nunca vou esquecer de nada! Cada pedacinho de cada uma dessas cidades vai ficar guardado comigo pro resto da vida. Essa viagem mudou a minha vida e me mudou muito, então eu não poderia escolher só uma coisa. Sem dúvidas foi a melhor viagem que a gente já fez. 🙂

 

 Senso-ji em Tokyo.

Pavilhão Dourado em Kyoto.

Geishas em Kyoto.

 

Sou feliz e abençoada por ter visto tanta coisa maravilhosa em tão pouco tempo e mesmo que essas viagens diminuam muito ou parem de agora em diante, já me sinto realizada e na verdade nem vou me importar. Nossas prioridades agora são outras e pelo menos por enquanto, a gente nem tem planos de viagens nem nada… Queremos curtir nossa pimpolha e é isso que importa! Tudo o que eu sempre sonhei em conhecer e achei que jamais fosse chegar perto, eu consegui fazer graças ao melhor marido do mundo! <3 Não posso pedir mais nada e tô prontinha pra nova fase da nossa vida! 🙂

Então aí está a minha lista de lugares impressionantes pelo mundo. Vou adorar saber a de vocês! Deixem aqui nos comentários ou então digam o que vocês gostariam muito de conhecer por aí.

Veja também

72 horas na china sem visto

5 cidades que todo mundo ama… Menos eu!

Por que todo brasileiro deveria morar no exterior por algum tempo

Seja bem-vindo, 2016!

A Romênia Que Eu Amei Conhecer

O Encontro Entre Uma Sedentária e Uma Montanha no Interior da Romênia

Disqus shortname is required. Please click on me and enter it

010 Comments

  1. Letícia

    Tirando a China, que não tenho a menor vontade de conhecer, e uns dois ou três lugares que já visitei, sua lista é incrível. Uma bagagem cultural pra se guardar e relembrar sempre!!!

    18/05/2016 Responder
  2. Sylvia

    Adorei tudo que vc postou e dos seus comentários sobre cada um deles . Só não acho que vc deva pensar que agora vai parar . Sabe que minhas viagens começaram qdo meu filho tinha um mes e meio? De lá pra cá (e já se vão 32anos) não parei mais . Se vc começar cedo a viajar com ela , tudo será mais fácil .Acredite !
    Bjs

    19/05/2016 Responder
    • Luiza Ferrari

      Oi, Sylvia!
      Na verdade não vai parar, mas vai diminuir muito como falei no comecinho do texto… E isso mais por motivos £££ que qualquer outra coisa. 🙂
      Nós vamos adorar viajar com nossa pequena sempre que possível e sem frescura de esperar horrores pra colocá-la num avião, mas agora a prioridade é outra, né.
      Bjinhos

      19/05/2016 Responder
  3. Telma Moretti

    Luiza,

    acompanho suas postagens desde 2014, quando fui para Londres. Parabéns pela iniciativa e disciplina. Adoro o jeito sincero dos seus comentários e sua noas dicas, mas nunca comentei nada antes. Como você, amo viajar e por isso mesmo me senti na obrigação de enviar essa mensagem. Saiba que quanto ao seu comentário ” mesmo que as viagens parem de agora em diante”, você está longe de imaginar que grande viagem acontecerá agora. Uma criança nos dá oportunidade de revisitar cada acontecimento da nossa própria vida e voltar a enxergar coisas que, com o passar do tempo, deixamos de observar. Você continuará tendo diariamente a sensação do conhecer o novo. Seja muito feliz!

    19/05/2016 Responder
    • Luiza Ferrari

      Telma, muito obrigada pelo carinho! É tão raro receber comentários legais assim… 🙂
      Falei das viagens de avião, por outros países e tudo mais… E quando digo que estou preparada pra “parar” de viajar, é exatamente pq estou prontinha pra receber minha filhota e começar essa nova fase da minha vida (e nem estou me importando se vou viajar mais ou não, viu)! Com certeza serão as melhores viagens e descobertas do mundo! <3
      Bjinho

      19/05/2016 Responder
  4. Shigue Hashimoto

    Gostei muito do seu depoimento, principalmente quando você enaltece o Japão. Fui a pelo menos uma cidade de 20 países e escolho o Japão também com o país que impressiona e emociona. Saudades de lá!

    28/07/2016 Responder
  5. Diego

    Boa tarde Luiza eu gostaria de sua opinião eu e minha esposa estamos querendo conhecer a Grécia primeiramente para conhecer as ilhas gregas quais em sua opinião você nos indicaria ? Mikonos,Santorini,Hidra ? E nós estamos pensando em ficar 1 mês estamos pesquisando agências você pode nos indicar uma e um baixo custo de preço para pacotes fechados hotel+ passagem ? Entre outras coisas que você nos aconselharia ?

    03/09/2016 Responder
    • Luiza Ferrari

      Diego,

      só conheci Santorini e Zakynthos (além de Atenas) e gostei muito das duas. Todas as dicas estão aqui:
      http://londonso.com/category/grecia/

      Nunca fiz nenhuma viagem por agência e não conheço nenhuma aqui em Londres ou Europa (na verdade nem no Brasil). Eu sempre organizo minhas viagens sozinha, pesquiso hotéis pelo Booking.com e passagens no Skyscanner.

      06/09/2016 Responder
  6. Raissa Ferrari

    Linda lista!
    Eu, ao contrário de vc, amo praia e já coloquei Malta e Grécia na minha “wish list”!
    Maravilhosas!

    11/10/2016 Responder
    • Luiza Ferrari

      Praia só se não deixar a pele grudenta! haha
      Tanto a Grécia quanto Malta encantam qualquer um, gostando ou não de praia. 😉

      12/10/2016 Responder

LEAVE A COMMENT