Islândia – South Shore (Seljalandsfoss, Skógafoss, Vík)
Islândia

Islândia – South Shore (Seljalandsfoss, Skógafoss, Vík)

Nos últimos três dias da viagem, nós resolvemos alugar um carro e ir conhecer alguns lugares da Islândia que as excursões de inverno não levavam… E a experiência foi incrível! Vimos algumas coisas impressionantes e pegar a estrada lá, é realmente algo único. Vou falar mais sobre como é dirigir no país nos próximos posts.

 

SELJALANDSFOSS

seljalandsfoss-islandia-iceland

 

Nesse nosso primeiro dia de aventura na estrada, nós vimos metade do roteiro de uma excursão famosa de verão, a South Shore Adventure. Inicialmente, não tínhamos incluído no roteiro a Seljalandsfoss, mas andando pela estrada vimos essa linda cachoeira e resolvemos parar. Ela não é enorme, mas é bonita e ainda existem outras duas cachoeiras fininhas uma ao lado da outra, deixando a paisagem ainda mais interessante. O mais bacana dela, é que é possível andar por trás da queda d’água! Uma experiência bem legal e ao mesmo tempo congelante. A gente sai ensopado de trás da cachoeira e juntando com o vento gelado, a sensação é de que vamos congelar a qualquer momento!

Eu congelando atrás da cachoeira.
Eu congelando atrás da cachoeira.
As três quedas uma ao lado da outra.
As três quedas uma ao lado da outra.


 

 

 

 

 

 

 

 

SKÓGAFOSS

skogafoss-iceland-islandia

 

Depois de passar uma hora lá tirando fotos e admirando a paisagem, voltamos para a estrada e partimos para a cachoeira Skógafoss, uma das mais conhecidas da Islândia. Essa é bem maior, muito bonita e apesar de não ser possível passar por trás da queda, os mais animados podem subir os vários degraus ao lado da cachoeira para poder ver a vista lá de cima. Demos sorte e quando estávamos quase indo embora, um arco-íris se formou bem em frente à cachoeira. Fazia tempo que eu não via arco-íris, e a Islândia além de “Terra do gelo e do fogo”, poderia incluir aí na lista esse fenômeno tão lindo que aparece em todos os lugares!

O arco-íris de levinho à esquerda da foto.
O arco-íris de levinho à esquerda da foto.
A queda vista do alto.
A queda vista do alto.


 

 

 

 

 

 

 

 

VÍK

Quase metade da cidadezinha de Vík.
Quase metade da cidadezinha de Vík.

 

Leia + Aurora Boreal na Islândia

 

Nossa próxima parada foi a cidadezinha de Vík (ou Vík í Mýrdal), que chama a atenção dos turistas por ser um mini-cidade com apenas 300 habitantes, e por sua praia de areia preta maravilhosa. Apesar de ser pequena, é mais um lugar que parece de brinquedo com as casinhas coloridas bem no pé das montanhas e uma igrejinha bonitinha no topo. A praia é diferente de absolutamente qualquer outra e é muito, muito linda! É fácil passar horas sentado nas pedras admirando a vista maravilhosa.

Linda praia de areia preta em Vík. É de tirar o fôlego!
Linda praia de areia preta em Vík. É de tirar o fôlego!
As casinhas coloridas da cidade e a praia de areia preta.
As casinhas coloridas da cidade e a praia de areia preta.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

CANYON FJAðRÁRGLJÚFUR

Um lugar maravilhoso desses e só pra nós! Inesquecível.
Um lugar maravilhoso desses e só pra nós! Inesquecível.

 

Por último, fomos visitar algo que eu nunca vi ninguém falando sobre na internet e que eu custei a achar mais informações quando estava fazendo o roteiro… E de fato, quando chegamos lá, não tinha mais ninguém nem próximo do local. Ele não existe nem no Google Maps, pra se ter uma ideia! À princípio, nós achamos que não daria para visitar o Canyon Fjaðrárgljúfur (ou Fjadrárgljúfur – nem me perguntem como se pronuncia isso), pois fica no fim de uma estrada de terra e os carros “normais” são proibidos de passar por elas. Eu insisti muito com o André, porque fazia muita questão de ir nesse lugar e no fim, a estrada de terra nem era nada demais e era um trecho muito pequeno… Ele fica numa entradinha escondida na estrada e é um daqueles lugares que te deixam realmente sem fôlego e que te dão uma sensação enorme de paz. Ao sair do carro, nós fomos subindo as montanhas e ao chegar na beirada e ver as pedras e o rio formando esse maravilhoso Canyon, ficamos boquiabertos. A gente só conseguia falar “nossa! Olha esse lugar!”. É algo que eu nunca vou esquecer e que eu acho que qualquer pessoa que tenha um carro à disposição na Islândia, tenha que visitar! Esse aí é como se fosse o nosso cantinho no mundo, já que foi tão exclusivo. 😉

 

Leia + Islândia: Golden Circle

 

Oooi? O.o
Oooi? O.o

 

Como a gente não sabia muito bem como seria a estrada, e quando resolvemos alugar o carro já tínhamos o hotel reservado, fizemos tooodo o percurso de volta a Reykjavík e pior, numa nevasca horrorosa, sendo o segundo momento em viagens, que nós sentimos mais medo – só perdeu para o incidente na Tunísia. No dia seguinte, fizemos todo o percurso de novo na segunda parte do “South Shore. Uma burrice de leve, mas que valeu muito à pena, e na segunda parte vocês vão ver o motivo. 😉

 

HOTEL NA ISLÂNDIA

CenterHotel Klöpp

Hotel muito, muito, muito bom! Mega bem localizado bem no centro da cidade e a 5 minutos da Igreja. Dizem que dependendo da força, dá até pra ver a Aurora Boreal da janela do quarto (e eles te avisam caso isso aconteça e você permita o aviso). Todo novinho, quartos grandes e confortáveis e o café da manhã era muito bom. O atendimento foi excelente – acho que em um dos posts eu comentei que esqueci meu celular em cima da mesa do café e eles guardaram tudo direitinho. Assim que eu cheguei a menina já sabia que era meu até 🙂

Recomendadíssimo e na época ainda era o hotel mais barato (por uma semana, nós pagamos cerca de £200).

 

OUTROS POSTS SOBRE A ISLÂNDIA:

– Reykjavik
– Aurora Boreal na Islândia
– Golden Circle
– South Shore (Seljalandsfoss, Skógafoss, Vík, Fjaðrárgljúfur)
– Skaftafell Glacier Walk + Jökulsárlón
– Dirigindo na Islândia
Dicas e curiosidades
– Islândia – Lava Cave + Blue Lagoon

Veja também

Islândia – Dicas e Curiosidades

Dirigindo na Islândia

Islândia – Glacier Walk + Jökulsárlón

Islândia – Golden Circle

Islândia – Lava Cave + Blue Lagoon

Disqus shortname is required. Please click on me and enter it

12 Comments

  1. juliabayeux

    Luiza, tudo bem? Fiquei super feliz de achar seu blog falando sobre a Islândia. NOssa, uma salvação. Queria algumas dicas, se vc puder me ajudar.
    Ficaremos 4 dias, sendo 3 dias livres.

    Não sabemos se seria melhor alugar um carro por dois dias e fazer uns dois passeios pela Ilha, sendo um pelo Sul até VIK e outro mais pro meio para conhecer os Geysir e Gullfoss. O roteiro mais famoso – The Golden Circle

    Pelo o que vi, tem as duas opções de roteiro que fazem mais, tipo 300km rodados para ir e voltar dos lugares,10hs rodando o dia todo, das 9 ás 19h, e conhecendo coisas…

    O carro parece ser mais barato, mas também pode ser mais cansativo… enfim, temos só 3 dias para conhecer a cidade, curtir o clima e depois ver o que tem ao redor.

    Temos uma filha de 3 anos que irá com a gente, eu, meu marido e ela. O que vc recomendaria?

    Outra coisa, sobre a Blue Lagoon. Se a gente pegar um onibus do Hotel que nos leva até o aeroporto e esse ônibus nos deixar na Blue Lagoon antes de ir para o aeroporto, ele vai embora e de lá para o aeroporto, como fazemos? Nessas o carro ajudaria, enfim… Quanto tempo vc acha que é legal ficar lá? Nosso voo sai ás 16h para londres…

    Outra coisita, sobre trocar dinheiro, vcs trocaram no aeroporto ou na cidade? Euro para ISK. Onde é melhor trocar?

    Bjos e muito, muito obrigada.

    Julia

    20/04/2014 Responder
  2. juliabayeux

    Vi que vc indicou duas empresas de turismo, qual das duas vc acha melhor pra fazer os passeios e quais passeios vc indica mais

    http://www.extremeiceland.is/en/destinations

    https://www.re.is/

    Queria muito conhecer a Ice Lagoon, mas acho que está muito longe, não?

    Bjos e obrigada!!

    Iremos daqui 10 dias, se vc puder nos ajudar será maravilhoso!!!!

    20/04/2014 Responder
    • Luiza Ferrari

      Julia,

      Só posso falar pelos passeios que fiz e recomendo todos eles. Usei cada empresa pra um passeio diferente, então só posso te recomendar os que fiz por cada uma delas mesmo… Os detalhes estão nos posts todos especificando cada empresa utilizada.
      A Jokülsárlon fica a pouco mais de 4h de Reykjavik, sendo um passeio que toma o dia inteiro pra ir e voltar… Mas vale a pena tentar encaixar no roteiro. 🙂

      21/04/2014 Responder
      • juliabayeux

        Obrigada, pela resposta, Luiza!
        Você aconselha fazer o Golden Circle de carro ou de excursão? Pensamos em pegar o carro no meio do segundo dia. Como teríamos 3 dias livres, pensamos em fazer assim:
        Primeiro dia livre só em Reijkavik.
        Segundo dia de carro a tarde, saindo ás 14h de Reijkavik, o Golden Circle – Vc acha que dá tempo de ir nas 3 melhores atrações saindo nesse horário?
        No terceiro dia ir até Vik passando pelas cachoeiras que vc foi.
        O quarto dia nosso voo será ás 16h, então pensamos em ir no Blue Lagoon saindo cedo de Reijkavik e depois aeroporto.
        O carro ficou 149 euros. Só a excursão para o Golden Circle eu e meu marido ficaria 120 euros. Tem a questão da gasolina que não sei se é cara tb, enfim… Como talvez a gente vá um pouco pelo Sul, talvez seja um boa, o que vc acha?
        Bjos e obrigada!!!!

        21/04/2014 Responder
        • Luiza Ferrari

          Julia,
          eu fiz com excursão e não tenho muita ideia de como seria de carro. Como te disse, tudo o que nós fizemos (e como foi) está nos posts, então não tenho como te falar como seria de outra forma, sabe?
          Não acho uma boa correr pra fazer o Golden Circle, porque as coisas são muito interessantes e dá vontade de ficar bastante tempo admirando e tirando fotos… mas se é a única hora que vocês teriam, é melhor fazer do que deixar de ver tudo, né?
          Você olhou o site de aluguel de carros que eu indiquei? Lá eu tenho quase certeza que sairia menos de 149 euros (sadcars.com).

          22/04/2014 Responder
          • juliabayeux

            Foi por lá que Olhei, Luiza! Sua dica foi ótima! Só alugam por 2 dias, por isso pensamos em fazer tudo de carro sem excursões. Enfim, estou montando o roteiro ainda, vou analisar o que vai ser melhor fazer. Muito obrigada pelas dicas 😉

            22/04/2014
  3. Samara Medeiros

    Oi Luiza! Estou usando muito seus posts para pegar dicas da Islândia! Como você disse, é difícil achar dicas de lá! Principalmente no inverno.
    Acabou que vocês conseguiram achar o canion como? Você falou que é bem escondida a entrada e nem tem no google maps, fiquei na dúvida se conseguiríamos chegar!

    Abraços!

    17/11/2014 Responder
    • Luiza Ferrari

      Oi, Samara!

      Fico muito feliz por saber que meus posts estão te ajudando 🙂
      Eu não lembro direito, mas sei que foi na sorte. Eu li em alguns lugares sobre o número da entrada que tinha que pegar (cada hora falavam um diferente) e chutei um. Acabei acertando, mas não lembro qual foi.
      É totalmente escondido e quase ninguém acha mesmo, exatamente pela falta de informação… Se eu lembrar, te aviso 🙂

      18/11/2014 Responder
      • Samara Medeiros

        Oi Luisa! Chegando lá vou pegar informações nos centros turísticos, eles devem ensinar ou dar alguma indicação! Os tours que vocês fizeram, vc reservou antes ou chegou lá na hora e reservou?
        Muito obrigada pela resposta e por todas as dicas! 😉

        26/11/2014 Responder
        • Luiza Ferrari

          Samara,

          nós reservamos tudo com antecedência, pois eles tendem a esgotar.

          07/12/2014 Responder
  4. Andrea

    Luiza, o que vc acha de fazermos esse percurso das cachoeiras e south cost de carro, e dormir em hoteis pelo caminho. Acha que conseguiríamos ver a aurora boreal ficando nesses hoteis?

    16/02/2015 Responder
    • Luiza Ferrari

      Andrea,

      não dá pra saber se vai dar ou não pra ver a aurora boreal, até pq ela não tem lugar nem dia certo pra aparecer. Chance sempre tem, é só estudar a melhor época pra ir.
      Mas dormir em hotéis pelo caminho é mais inteligente do que ir e voltar para Reykjavik todo dia (como nós fizemos =/).

      23/02/2015 Responder

LEAVE A COMMENT