JR Pass: guia completo com tudo o que você precisa saber
Japão

JR Pass: guia completo com tudo o que você precisa saber

Uma das melhores decisões que você pode tomar para tornar sua viagem ao Japão muito mais cômoda e tranquila, é comprar o JR Pass (ou Japan Rail Pass). Com este passe, você consegue ir de uma ponta a outra do país usando trens de alta velocidade, em uma das redes ferroviárias mais confiáveis e pontuais do mundo! Aqui neste texto, você vai conhecer mais sobre o JR Pass, como ele funciona e como maximizar a sua utilização.

 

Vá direto ao que te interessa: O que é o JR Pass? | Quem pode usar o JR Pass? | Como comprar o JR Pass e coletá-lo na sua chegada? | Como usar o JR Pass? | O que o Japan Rail Pass cobre? | Quais opções de JR Pass existem? | Como funcionam as reservas de assento? | Existe wi-fi e tomadas nos trens? | Existe limite de bagagem? | O JR Pass vale a pena? Quanto custa?

 

O que é o JR Pass?

jr pass

 

O Japão é conhecido mundialmente por sua rede ferroviária extremamente eficiente, que se extende por todo o país. Não importa para onde você quer viajar, vai encontrar um trem a sua disposição – seja ele um trem normal, regional ou de alta velocidade (o famoso shinkansen). Sendo assim, esta é sempre a melhor forma para os turistas se deslocarem pelo Japão.

Alguns dos fatores de sucesso são os trens de qualidade, a pontualidade – que no caso dos shinkansen nunca ultrapassa alguns segundos de atraso – e a facilidade de se deslocar nas estações, sempre muito bem sinalizadas inclusive com informações em inglês. Mas em se tratando de facilitar a vida dos turistas, o sucesso fica mesmo por conta do JR Pass.

Com ele, visitantes internacionais podem ter viagens ilimitadas por todo o país aquando da duração do passe, em trens operados pela Japan Railways (JR) Group. Composto pela JR Central, JR East, JR West, JR Kyushu, JR Hokkaido e JR Shikoku, este grupo de seis empresas consegue abrangir todo o Japão com suas linhas de trens.

Usando o JR Pass, você além de poder viajar sem limites, ainda acaba por economizar dinheiro. Comprando as passagens separadamente, você provavelmente gastaria muito mais, já que os bilhetes costumam ser bastante caros no Japão. O passe pode ter a validade de 7, 14 ou 21 dias consecutivos (por isso é importante fazer um roteiro de viagem para o Japão muito bem feito antes de viajar e escolher bem a data de ativação do passe).

 

Quem pode usar o JR Pass?

O passe não é válido para toda a gente e segue requerimentos bem rigorosos em relação a nacionalidade da pessoa e seu status de visto. O Japan Rail Pass só está disponível para não-Japoneses em viagens curtas de turismo e Japoneses que vivem fora do Japão e se enquadram em determinadas condições. Isto significa que o passageiro deve entrar no país com um visto de “single entry” temporários de 15 ou 90 dias, não sendo válido para pessoas que tenham qualquer outro tipo de visto independentemente de sua duração.

 

Como comprar o JR Pass e coletá-lo na chegada ao Japão?

jr pass
Exchange Order

 

É preciso ser dito que nem sempre existem informações suficientes e que às vezes, o uso do Japan Rail Pass pode se tornar bastante confuso. Vou explicar aqui como funciona desde a compra até a coleta do passe em sua chegada ao país:

1. Compre o seu JR Pass: a forma mais confiável de se comprar o passe é pelo site oficial (clique AQUI), ANTES de sair do seu país. Embora seja possível comprar o passe ao chegar no Japão, ele fica muito mais barato se comprado com antecedência, de fora do país. Entretando, é bom saber que o passe só pode ser comprado no máximo até 6 meses antes da data em que pretende utilizá-lo.

2. Exchange order: após comprar seu passe, o JRPass.com vai enviá-lo por correio (para qualquer canto do mundo) um documento chamado Exchange Order. É muito importante que você guarde este documento e o leve em sua viagem. Só com ele, é possível pegar seu JR Pass físico.

3. Vá até um exchange office no Japão: o dia chegou e você finalmente viajou para o Japão! Ao chegar, vá até algum Japan Rail Pass Exchange Office levando seu passaporte e o Exchange Order. Eles ficam localizados em todos os aeroportos e na maior parte das cidades grandes, mas você consegue encontrar a localização exata neste link.

4. Pegue seu Japan Rail Pass: uma vez no exchange office, você vai entregar seu passaporte e o exchange order e vai ter que preencher um documento onde terá que citar a data em que deseja ativar o passe. Não necessariamente ele precisa ser ativado no dia da coleta. Saiba que esta data não pode ser alterada e que você só tem um mês da data da coleta para ativar o passe.

 

Local de coleta do JR Pass em Narita
Local de coleta do JR Pass em Narita

 

Como usar o JR Pass?

Vê ali a placa com o JR?

 

Encontre sempre a placa com o símbolo “JR” na estação onde vai usá-lo e siga o caminho. É aqui que as coisas podem ficar um tanto confusas…

Você vai até as catracas e tenta encontrar um funcionário na estação – normalmente existe um casinha ao lado onde eles ficam. Ele vai checar seu passe e as datas e vai te deixar passar pelo lado. Lembre-se sempre que você não vai usar as catracas comuns, pelo menos não sem antes falar com um funcionário.

 

O que o Japan Rail Pass cobre?

Exemplo do símbolo JR no ônibus

 

O JR Pass NÃO cobre a utilização de todos os trens no Japão, sendo assim muito importante saber o que ele cobre ou não. Ele cobre a maioria dos trens de alta velocidade, limited express, express, rapid e local JR, mas como tudo na vida, existem exceções e também alguns bônus.

Além dos trens, também é possível utilizar seu passe em ônibus operados pela Japan Rail (você vai saber distinguí-los ao ver o símbolo “JR” nos pontos e nos próprios ônibus) e ferry (balsa), que vai de Hiroshima a Miyajima – passeio recomendadíssimo!

Ele cobre além de todos estes tipos de trens citados anteriormente:

  • O Narita Express entre o Aeroporto de Narita e Tokyo;
  • O Tokyo Monorail entre o Aeroporto de Haneda e Tokyo;
  • Trens locais em cidades como Tokyo, que sejam operados pela JR Group, como o bastante útil Yamanote loop line.

Ele não cobre:

A exclusão mais importante são os trens Nozomi e Mizuho shinkansen, que correm nas linhas Tokaido e Sanyoand Kyushu. Com sorte, existem outros trens que cobrem estes trechos com o JR Pass. Tren operados por qualquer outra empresa fora do JR Group e metrô estão excluídos também.

 

 

Quais opções de JR Pass existem?

Existem várias opções para todos os tipos de viajantes:

  • A primeira coisa a se dizer é que o passe pode ter a duração de 7, 14 ou 21 dias, o que consegue ser encaixado em quase toda viagem.
  • Você pode escolher também se quer viajar de “primeira classe” (Green Class) ou classe normal. A Green inclui assentos mais largos, vagões mais luxuosos e algumas outras conveniências.
  • Além disse, existem os passes para adultos e crianças entre os 6-11 anos (crianças entre 0-5 anos viajam de graça e não precisam de assento).

 

Como funcionam as reservas de assentos com o JR Pass?

Green Class Seats jr pass
Green Class

 

Para escolher os trens a usar e agendá-los, você vai precisar de um aplicativo que eu falei no post “7 Aplicativos que você PRECISA ter para viajar para o Japão“, o famoso Hyperdia. Este app/website te permite colocar o local de partida e chegada e encontrar todas as opções de trens e horários disponíveis. Recomenda-se que você desmarque “Nozomi/Mizuho” e “private railways” que ficam em “more options”, para que consiga usar melhor o passe e não se decepcionar programando uma viagem que não vai ser possível de ser realizada usando seu JR Pass.

Outra coisa a saber sobre reserva de assentos com o passe, é que ao utilizá-lo, você não precisa pagar a reserva para assegurar um assento em trens shinkansen, limited express or express. Mas existem algumas particularidades a se saber, o que inclui ver quando a reserva é obrigatória ou necessária e como de fato realizá-la.

Não é possível fazer reservas por telefone ou pela internet. Você precisa ir até uma estação e visitar um “Midori no Madoguchi ticket office”, “Travel Service Centre” ou uma agência de viagem associada à JR. Ao chegar lá com seu passe em mãos, um funcionário vai te ajudar a fazer sua reserva.

 

Green Car – reserva

Para aqueles que querem um pouco mais de luxo e conforto, saibam que os assentos no Green Car sempre requerem reserva. As reservas para quem tem o JR Pass Green Class são gratuitas, mas ainda assim devem ser sempre feitas.

 

Assento normal – reserva

Reservas não são obrigatórias quando viajando na classe normal dos trens express, limited express e shinkansen. Entretanto, é aconselhado que se faça uma reserva de assento quando se viaja durante a alta temporada, como a Golden Week (7 Abril–6 Maio), Obon Season (11-20 Agosto), Ano Novo (28 Dezembro–6 Janeiro) e época das cerejeiras no Japão.

Também é bom fazer uma reserva caso você queira sentar junto de alguém, principalmente sendo um grupo grande ou se quiser garantir que vai conseguir viajar em um determinado trem. Os trens locais não oferecem a possibilidade de reserva.

 

Existe wi-fi e tomadas nos trens?

JR Pass
Pocket wi-fi, caso queira garantir acesso a internet em toda a viagem

 

Sim, você vai encontrar tomadas no padrão japonês em praticamente todos os trens shinkansen e na maioria dos limited expresses. Quanto à internet, cada vez mais têm-se oferecido acesso gratuito ao wi-fi na rede de trens, sendo garantido nas linhas  Tokaido, Sanyo e Tohoku. Se permanecer conectado é muito importante para você, então garanta um pocket wi-fi e nunca fique sem internet (no menu lá em cima deste link, basta clicar em pocket wi-fi).

 

Compre o JRPass, pocket wifi e transfer do aeroporto

 

Existe limite de bagagem para levar nos trens?

Existem algumas regras bastante específicas em relação às malas que são levadas nas viagens de trem. Os vagões dos shinkansen não oferecem muito espaço para bagagem, sendo geralmente esperado que as pessoas não levem mais do que dois ítens que se enquadrariam na “bagagem de mão” em um avião. Estes ítens normalmente conseguem ser colocados nos espaços em cima do vagão.

O problema vem quando você tem mais de dois ítens ou quando algum deles é muito maior do que isso…  cada um dos dois ítens “pequenos” deve ter no máximo 250cm entre altura, largura e comprimento e não pode pesar mais de 30kg. Caso sua mala seja grande, você deve deixá-la atrás do último assento na última fila do vagão, sendo esperado que o dono de uma bagagem deste tamanho, já se sente nestes locais.

 

O JR Pass vale a pena mesmo? Quanto custa?

Para você ter uma noção, o custo de um JR Pass de 7 dias é basicamente o mesmo preço de uma viagem ida-e-volta entre Tokyo e Kyoto. Assim, se você pretende fazer mais de uma viagem, é seguro garantir que o JR Pass vale a pena. Pagando pouco a mais do que o que pagaria para apenas uma viagem, você tem o passe por uma semana e pode viajar quantas vezes quiser!

Caso queira fazer as contas direitinho, basta usar esta calculadora “Japan Rail fare calculator“.

O valor varia de acordo com a cotação do dólar do dia, entretanto caso queira ver quanto custa HOJE, clique aqui.

 

Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário e eu tento te ajudar 😉

Veja também

Palácio Imperial de Tokyo

Visita ao Palácio Imperial de Tokyo: o que você precisa saber

Quanto custa viajar para o Japão? Todos os custos básicos

templos do japão

15 dos mais impressionantes templos do Japão

coisas que você nunca deve fazer no japão

14 coisas que você NUNCA deve fazer no Japão

cerejeiras no japão

Cerejeiras no Japão: guia completo para uma viagem perfeita

Disqus shortname is required. Please click on me and enter it

Deixe uma resposta


VOCÊ PODE GOSTAR