O Que Fazer em Estocolmo, Suécia
Suécia

O Que Fazer em Estocolmo, Suécia

Mais um país escandinavo/nórdico riscado da listinha! Agora só falta a Finlândia, que deve aparecer em 2014 por aqui, se nossos planos derem certo. Eu tenho problemas na hora de escolher fotos, e como tudo lá era tão lindo, não consegui colocar poucas aqui… Lá vem mais um post lotado de fotos, mas prometo que vale a pena 😉

 

estocolmo-suecia-3

 

Fomos comemorar nosso aniversário de casamento em uma das cidades mais lindas da Europa, Estocolmo. Sempre vi em tudo quanto é lugar falando isso e as passagens ainda estavam em conta, então não deu outra: fomos comemorar lá! Eu sempre quis ir conhecer a cidade, adoro passeios tranquilos, sem aquela pressa e necessidade de visitar mil pontos turísticos em pouco tempo. É viagem pra fazer as coisas com calma, aproveitar e ver o que quiser, já que eu não me lembro de quase nada lá que esteja em uma lista de coisas que tem que ser feitas de qualquer forma. E é linda! Linda demais! Eu me apaixonei por algumas partes da cidade – o André já ficou entediado e não muito empolgado.

 

nos-estocolmo

 

Via todo mundo falando que Estocolmo é caríssima e blablabla, mas no fim das contas nós achamos que lá era bem mais barato do que os outros países escandinavos que nós conhecemos. Inclusive, uma ótima dica de comida boa e barata é a rede Gooh!. São lojinhas espalhadas pela cidade ou dentro dos mercados 7 Eleven, onde você escolhe o prato que quer comer entre as várias opções oferecidas, eles esquentam no microondas e pronto! É MUITO barata (cerca de £5) e muito gostosa também.

 

Essa parede com as folhas coloridas era tão linda, que tive que colocar a foto aqui ;p
Essa parede com as folhas coloridas era tão linda, que tive que colocar a foto aqui ;p

 

Pra começar, nós ficamos na verdade um pouco mais de dois dias em Estocolmo. O primeiro não conta muito, pois apesar de termos chegado cedo ao aeroporto (Skavsta), ele ficava tão longe da cidade (1:30h de ônibus Flygbussarna – £25 ida e volta), que nós chegamos no hotel mais de meio-dia. Faz parte de se viajar com companhias low-cost que só voam pra aeroportos no interior dos países, mas, fazer o quê? Pra chegar lá às nove e pouco da manhã, nós saímos de casa pouco antes das 03:00h pra chegar no aeroporto a tempo, e o resultado: chegamos e fomos direto dormir um pouco. Agora vou começar a mostrar pra vocês um pouquinho mais de o que fazer em Estocolmo durante sua visita.

 

estocolmo-suecia-2

 

No dia seguinte, pegamos um cartão de transporte para 24 horas que custou SEK115 (ou £11) e fomos pra cima e pra baixo de metrô e tram (aquele que vai por um trilho na rua). Se for comprar o cartão, vá nas lojinhas de conveniência dentro das estações e não no guichê, porque assim fica bem mais em conta. Vale a pena e vocês vão saber mais o motivo no próximo post sobre as estações de metrô em Estocolmo – que eu adianto, são incríveis! Mas nem é só isso. A cidade é grande e facilita bastante poder entrar no primeiro tram que aparece pra chegar onde você quer ir. Vou pedir desculpas já de cara, pois não consegui entender muito bem as regiões da cidade nem enquanto estava lá, imagina agora mais de um mês depois de ter voltado… Alguns nomes me fugiram totalmente e isso já diz que Estocolmo não é tão fácil de entender e se achar!

 

Nordisk Museet e a bandeira da Suécia.
Nordisk Museet e a bandeira da Suécia em um dos lugares mais lindos da cidade.

 

Pra quem gosta de museu, existe uma região (a ilha de Skansen) que abriga alguns dos mais famosos da cidade: o Vasa e o Nordisk, entre outros. É ali a região que me encantou e que eu fiquei babando com a vista. Vale muito a pena estar ali na hora do pôr-do-sol. 🙂

Como a gente não queria ficar enfiado dentro de museu, optamos por visitar somente o Vasa, que é uma das poucas coisas que tem que ser vistas quando em Estocolmo. Talvez pra quem queira ver outros, comece a valer a pena pegar o Stockholm Card.

 

estocolmo-suecia-4

 

O que a gente viu em Estocolmo:

 

CITY HALL (STADSHUSET ou PREFEITURA)

City Hall, a Prefeitura de Estocolmo e onde são entregues os Prêmios Nobel.
City Hall, a Prefeitura de Estocolmo e onde são entregues os Prêmios Nobel.

 

Talvez você não saiba, assim como eu não sabia, que o Prêmio Nobel foi criado por Alfred Nobel, um químico e industrial sueco. Mas e aí? Aí que todo dia 10 de Dezembro, quando é o aniversário de morte do criador, os prêmios são entregues às pessoas que deram contribuições importantes à sociedade (ciência, política, etc) e isso acontece exatamente em um dos salões da Prefeitura de Estocolmo. Ahaaam! Mas adivinha? Nós não entramos e eu nem sei dizer o motivo. 🙁

 

Jardins do City Hall.
Jardins do City Hall.

 

Acho que pela parte de fora e os jardins serem tão lindos e a gente ter ficado tanto tempo só admirando a vista, nós acabamos esquecendo de tentar entrar e ver o prédio por dentro. Mas pra quem quiser entrar, dá marcar uma tour guiada que acontece diariamente em alguns horários pré-determinados. Entrando dá pra ver o salão onde acontece o jantar de premiação, o museu que fica anexo ao prédio e subir na torre para babar com a vista que deve ser lindona.

 

city-hall-jardins-estocolmo-2

 

GAMLA STAN

Entradinha de Gamla Stan à noite.
Entradinha de Gamla Stan à noite.

 

Gamla Stan é uma das maiores e mais bem preservadas cidades medievais da Europa, e onde Estocolmo foi fundada em 1252. As ruelas cheias de restaurantes, lojas de souvenir e prédios coloridos, encantam de dia, de noite, com chuva ou sol.

 

gamla-stan-estocolmo-5
Ruela de Gamla Stan.

 

Existem várias igrejas e museus em Gamla Stan, incluindo a Catedral de Estocolmo e o Nobel Museum, mas a maior atração do distrito é realmente o Palácio Real (que eu falo logo ali embaixo).  No meio de Gamla Stan, fica a praça mais antiga de Estocolmo, a Stortorget. A partir dela, corre a rua mais antiga da cidade (Köpmangatan).

 

A Igreja Riddarholmen.
A Igreja Riddarholmen.

 

Ali grudadinha, fica a Ilha de Riddarholmen, que abriga uma igreja linda de mesmo nome.

 

ROYAL PALACE (KUNGLIGA SLOTTET ou PALÁCIO REAL)

Palácio Real de Estocolmo.
Palácio Real de Estocolmo.

 

Este é um dos maiores palácios da Europa – são mais de 600 cômodos – e é a residência oficial do Rei da Suécia. Ele é aberto ao público e abriga cinco museus! Como de costume, também existe a “troca da guarda” diariamente. O Palácio fica bem na entrada das ruelas lindas de Gamla Stan, então com certeza você vai passar por lá.

 

palacio-real-royal-palace-estocolmo-guarda

 

SKY VIEW

skyview-estocolmo

 

Bom… Basicamente, você entra em uma esfera de vidro que sobe por um trilho encaixado em um globo enorme e vê a vista da cidade por alguns instantes. A vista não é das mais bonitas, já que essa atração fica em uma parte não muito atraente da cidade e talvez por fora seja mais interessante do que de fato pagar pra subir no Sky View. São duas “gôndolas” (como eles chamam) que sobem alternadamente a cada 10 minutos e a visita dura ao todo, no máximo 30 minutos.

 

skyview-estocolmo-3

 

Foi uma das poucas coisas que nós pagamos pra visitar e acabamos arrependendo… E olha, é carinho pra vista que oferece – não é bem uma London Eye, sabe. Nós pagamos 145 SEK pra cada um (cerca de £13) e dá pra ver mais detalhes e comprar ingressos no site.

 

Vista lá do alto do SkyView.
Vista lá do alto do SkyView.

 

VASAMUSEET (VASA MUSEUM)

O lado de fora do Vasa Museet.
O lado de fora do Vasa Museet.

 

Aqui está a atração mais famosa de Estocolmo! Em qualquer canto que você pesquise, este museu vai sempre ser o primeiro da listinha do que fazer por lá… Então é claro que a gente entrou! Nós somos lerdos, mas nem tanto. :p

 

O Barco Vasa.
O Barco Vasa.

 

Este museu abriga o enorme barco Vasa, que com seus 69 metros de comprimento, afundou em sua primeira viagem em 1628 e foi recuperado 333 anos mais tarde, em 1961. Por quase meio século, o navio tem sido lenta e cuidadosamente restaurado para um estado que se aproxima de seu original.

 

Detalhes do barco.
Detalhes do barco.

 

O Vasa é o único navio preservado do século 17 no mundo e uma obra de arte. Mais de 95% dele é original! Além do barco, você também pode ler mais sobre a história tanto antes, durante e depois de o barco ter afundado, existem algumas peças originais encontradas nele, alguns cômodos e até a reconstrução dos rostos de alguns tripulantes.

 

Rosto de alguns tripulantes do Vasa.
Rosto de alguns tripulantes do Vasa.

 

Hoje, este é o museu mais visitado da Escandinávia, com mais de 1 milhão de visitas por ano! A entrada custa 130 SEK (£12) e você confere mais informações sobre o museu no próprio site da atração.

 

Mas nem só isso existe pra se ver em Estocolmo…

Museu do ABBA.
Museu do ABBA.

 

Também vale lembrar que Suécia é a terra da banda ABBA e pra quem gosta, tem até museu dedicado a eles. Uma outra atração que parece ser legal (mas estava fechada quando nós fomos), é o parque de diversões Gröna Lund – maior parque temático da Suécia e um dos maiores da Escandinávia. Pra quem tem mais tempo lá, também vale a pena fazer um passeio pelo arquipélago que conta com aproximadamente 30.000 ilhas!

 

Parque de diversões Gröna Lund visto de looonge.
Parque de diversões Gröna Lund visto de looonge.

 

Clicando nesse link você conhece algumas das estações de metrô mais bonitas do mundo – que ficam lá mesmo em Estocolmo. 😉

 

HOTEL EM ESTOCOLMO

Rex Petit

Essa é uma ex-prisão e a gente achou legal ficar lá pela experiência, mas saiba que o quarto é beeem pequenininho! Os quartos ficam no subsolo e não têm janela e nem ventilação nenhuma, no primeiro dia eu acordei no meio da noite sem conseguir respirar e passando mal (sofro de claustrofobia). Era época de frio, mas dentro do quarto parecia verão, de tão quente!

O café da manhã era muito bom e a localização do hotel também. Bem em frente tinha estação de metrô, mercado e restaurantes.

Veja também

As Lindas Estações de Metrô de Estocolmo

Disqus shortname is required. Please click on me and enter it

08 Comments

  1. Luiz Sérgio Batista Faria

    Mais uma vez em uma de suas visitas por países que tem história, este casal simpático, com seu ¨estilo jovem¨, de viver a vida, buscando ao mesmo tempo, aventura e conhecimento, me deixa aqui contente em saber que no sangue de minha família hereditária, graças a Deus mineira da Capital, rsrs, tem em nosso estilo de vida , conhecer lugares e viver a vida em ¨GRANDE ESTILO¨. Sucesso para vocês dois e que Deus os iluminem e protejam. Abraços.

    12/12/2013 Responder
  2. Valdemir

    Valeu, muito interessante suas dicas. Quase um ano depois de vocês estou aqui. Ajudou bastante.

    05/10/2014 Responder
  3. Rozany

    Q delícia! em que época do ano vcs foram? Irei agora no final do mes e o q se fala é que é tudo muito escuro….

    15/10/2014 Responder
  4. Alexandre Aguiar

    Olá estou embarcando amanhã e Estocolmo será minha primeira parada, obrigado pelas dicas.

    16/10/2014 Responder
  5. Nelson Nogueira

    Março 2015..Tudo valeu, bilhetes integração metro, ônibus e trem..tudo rápido perto…ganha muito tempo..O sueco, a cidade, educação, parques, museus, acessibilidade….Estocolmo é linda..agora voltar a realidade..

    07/04/2015 Responder
  6. Nelson Nogueira

    Março 2015..Tudo valeu, bilhetes integração metro, ônibus e trem..tudo rápido perto…ganha muito tempo..O sueco, a cidade, educação, parques, museus, acessibilidade….Estocolmo é linda..agora voltar a realidade..

    07/04/2015 Responder

LEAVE A COMMENT