O Que Fazer em Genebra, Suíça
Suíça

O Que Fazer em Genebra, Suíça

A Suíça é um dos países que eu sempre disse que gostaria de poder alugar um carro e passar um mês rodando sem rumo, vendo todas as belas paisagens do interior que devem ser tão perfeitinhas. Infelizmente para fazer isso é preciso bastante dinheiro, já que esse é considerado um dos países mais caros da Europa – e realmente é! Fora isso, a gente não tinha tempo suficiente pra passar mais do que um final de semana por lá… Mas quem sabe num futuro próximo, né.

 

O lago Genebra e o Jato d’Água

 

Nós fomos no Sábado cedinho e voltamos no Domingo à noite e acredito que 2 dias seja tempo suficiente, principalmente para quem não tem interesse em entrar em vários museus, já que não tem muuuito o que fazer em Genebra. É uma cidade linda e pequena, sendo possível fazer tudo à pé. Mesmo para aqueles mais preguiçosos ou cansados, os hotéis dão um passe de transporte e você pode usar todos os transportes públicos de graça enquanto estiver hospedado lá!

Foi uma delícia passear pela região do Lago Geneva (ou Léman)… É gostoso exatamente por ser um passeio sem aquela pressão pra fazer tudo correndo por ter mil lugares pra visitar. De vez em quando é bom poder fazer uma viagem com calma. O lago é enorme e uma parte dele faz até parte da França e além de passeios de barco, existem várias vilas e praias em sua margem.

 

O que fazer em Genebra: Lago Genebra (Lago Leman)
O Lago Genebra e a St Pierre Cathedral. <3

 

Já chegando no aeroporto, ficamos bestas, já que existe uma máquina bem onde ficam as esteiras de bagagem, onde você pode pegar seu bilhete de trem grátis para o centro da cidade! O bilhete é válido por 80 minutos e é só chegar lá, apertar o botãozinho e pronto! Tenha seu bilhete de avião em mãos, pois podem te pedir para verificar se você realmente acabou de chegar na cidade. Fora isso, o trajeto até o centro demora apenas 6 minutos!!

 

O que fazer em Genebra: Bilhete gratuito de trem no aeroporto de Genebra.
É só apertar esse botão (1) do lado direito e pegar seu bilhete gratuito.

 

O órgão de turismo de Genebra foi muito legal e deu dois “Geneva Pass” pra nós. Esse cartão dá transporte gratuito e entrada gratuita (ou com desconto) em várias atrações da cidade, incluindo tours, museus e passeios de barco. O Geneva Pass é vendido para períodos de 24 horas (25 Francos), 48 horas (35 Francos) e 72 horas (45 Francos) e pode ser adquirido tanto neste site quanto em vários pontos pela cidade, incluindo o centro turístico de Genebra que é o mais organizado e bonito que eu já vi.

 

O que fazer em Genebra: Geneva Pass
Junto do passe (que é esse cartão com nossos nomes e a data), você recebe um mini guia e mapa da cidade. Os cartões da direita são os passes de transporte que o hotel forneceu.

 

Como nosso vôo acabou chegando um pouquinho tarde, nós tivemos pouquíssimo tempo no Sábado e então resolvemos ir direto para a ONU para fazer uma visita guiada. Mais sobre ela eu falo em um próximo post. Esse passeio tomou uma parte enorme do pouco dia que restava, infelizmente… Bem em frente à ONU, está a “Broken Chair” ou “Cadeira Quebrada”, que é um símbolo de paz e faz parte de uma campanha contra o uso de minas terrestres.

 

O que fazer em Genebra: A Cadeira Quebrada e a ONU.
A Cadeira Quebrada e a ONU ao fundo.

 

O que fazer em Genebra: ONU
Só um gostinho… Garanto que você já viu essa sala em alguma foto ou na TV, né?

 

Depois, pegamos um bonde e fomos para o lago fazer um passeio de barco no Lago Genebra que estava incluído no passe (o preço dele normalmente é 15 Francos). Esse passeio que nós escolhemos é chamado “Mermaid Cruise“, mas existe um outro passeio incluso no passe que é só pra andar pelo lago. Esse da sereia passa por alguns pontos e construções importantes ao redor do lago, sempre com explicações em francês, alemão, italiano, espanhol e inglês e claro, passa pela estátua de uma sereia que é famosa por lá. É uma ótima opção de o que fazer em Genebra em um dia gostoso de verão.

 

O que fazer em Genebra no verão
Durante o passeio passamos por essa “praia”, onde várias pessoas aproveitavam o calorão pra se refrescar no lago.

 

O que fazer em Genebra: O Jato de Água de Genebra.
O famoso Jato de Água de Genebra.

 

No lago fica o cartão-postal oficial de Genebra: o Jato d’Água (ou Jet D’Eau). Ele é uma das maiores fontes do mundo, visto de vários pontos da cidade e até quando o avião vai se aproximando do aeroporto (aliás, sente na janela pra ver uma das vistas mais lindas que eu já vi de quando o avião vai descendo no destino).

 

nos-genebra

 

São 500 litros de água jorrando por segundo e que alcançam 140 metros de altura! Dependendo da direção do vento, você se molha estando na ponte que leva até o jato! No calorão que fazia foi uma delícia sentir a água batendo na gente.

No Domingo, fomos passear pelo centro antigo da cidade (ou Vieille Ville), que é uma gracinha. Esses são os pontos principais:

 

 

RELÓGIO DE FLORES

 

O que fazer em Genebra: Relógio de Flores.
Relógio de Flores.

 

Para chegar nele é só atravessar a ponte do Mont-Blanc. Caso não tenha achado, é só ver uma avenida grande com vista para a parte antiga da cidade e antes de atravessá-la (você vai saber qual é, porque dá pra ver que fica diferente a cidade e tem a igreja St Pierre lá no alto do outro lado), está o relógio de flores. Pra facilitar mais ainda a sua vida, aqui vai a foto do que você vai ver do outro lado da avenida:

 

O que fazer em Genebra, Suíça
É isso que você vai ver do outro lado da avenida quando estiver no Relógio de Flores.

 

 

PRAÇA BOURG-DU-FOUR

 

O que fazer em Genebra: Praça Bourg-du-Four

 

É só subir o morro em direção à igreja (logo depois de atravessar a rua) e você vai chegar na Praça Bourg-du-Four, a mais famosa de Genebra. Vários restaurantes gostosos ficam ali, incluindo o que nós almoçamos e que a dica está logo aqui embaixo. A praça é bem pequenininha e não tem nada muito marcante… Desculpem se eu estiver falando bobagem e tiver passado reto de alguma coisa muito importante por lá, hein? :p

 

O que fazer em Genebra: Praça Bourg-du-Four

 

 

SAINT PIERRE CATHEDRAL (OU CATEDRAL DE GENEBRA)

 

O que fazer em Genebra: Catedral de Genebra

O que fazer em Genebra: A catedral de Genebra por dentro.
A Catedral de Genebra por dentro.

 

Essa igreja de cerca de 850 anos é um dos cartões-postais de Genebra. Ela foi construída entre 1160-1252 no mesmo lugar onde antes existia uma basílica do século 6. Dá pra ver as pontinhas dela de várias partes da cidade, incluindo claro, do lago.

 

O que fazer em Genebra: Catedral de Genebra
A Catedral de Genebra bonitona de longe…

 

O que fazer em Genebra: Catedral de Genebra
A catedral de Genebra logo ali no fundo…

 

De longe ela já é lindona e por dentro também é bonita. O que mais me atraiu nela foi a possibilidade de poder subir nas torres e ver a cidade do alto (quem acompanha o blog sabe que eu aaaamo ver os lugares assim, né?). Pra entrar na igreja você não paga nada, mas pra subir nas torres são 4 Francos e alguns bons degraus, prepare-se!

 

O que fazer em Genebra: subida ao topo da Catedral de Genebra
Prepare-se para muuuitos degraus estreitinhos.

 

O que fazer em Genebra: A vista do alto da Catedral de Genebra.
A vista lá de cima da Catedral de Genebra. Compensa, não é?

 

De Segunda a Sábado as torres ficam abertas de 10h às 17h (última entrada 16:30h) e no Domingo de 12h às 17h.

 

 

SÍTIO ARQUEOLÓGICO DA IGREJA

O que fazer em Genebra: Sitio Arqueologico de Genebra

 

Logo do lado direito da igreja está a entrada no sítio arqueológico. Na verdade recentemente encontraram restos da basílica que existia ali anteriormente, assim como mosaicos, pinturas e outras coisas que datam até o século 4!

 

O que fazer em Genebra: Sitio Arqueologico de Genebra

 

A entrada é gratuita com o Geneva Pass e sem custa 8 Francos. Mesmo horário de abertura da igreja, com exceção de que no Domingo ele também abre às 10h.

 

Um passeio que nós não fizemos – estava calor demais e a gente já tinha cansado de andar-, mas que é famoso, é o Parque dos Bastiões, onde fica um muro em homenagem aos reformadores. Na verdade a gente até chegou perto do parque, mas quando vimos que tinha uma descida chatinha, desistimos…

 

HOTEL EM GENEBRA

 

Nós ficamos hospedados no hotel Best Western Strasbourg, que fica bem pertinho da estação central de trem e também do lago. Fomos muito bem recebidos e já na chegada ganhamos um cartão de transporte gratuito que valia por toda a nossa estadia na cidade (pelo que li, todos os hotéis dão esse cartão, ou seja, você não vai gastar com transporte enquanto estiver lá). O hotel era bom, muito bem localizado e perto de vários restaurantes e café da manhã gostoso.

 

RESTAURANTE EM GENEBRA

 

O que fazer em Genebra: Restaurante Cafe du Bourg-du-Four
O restaurante é essa da esquerda.

 

No primeiro dia nós ficamos tão cansados que acabamos comprando McDonald’s e comendo no hotel (depois de acordar 4h da manhã, ninguém aguenta muita coisa). Já no segundo dia, resolvemos comer algo tradicional e eu achei um restaurante que diziam ser muito bom para quem quisesse experimentar a batata Rösti. A gente já tinha comido dessa batata no Brasil e vivemos fazendo em casa, mas nada como experimentar um prato direto da fonte, né? O restaurante se chamava Café du Bourg-De-Four e fica bem na praça Bourg-De-Four, sempre cheio. Apesar de não ser dos mais em conta (cada batata custava entra 20/25 Francos Suíços), valeu a pena por ser muito gostoso e muito grande!

 

O que fazer em Genebra: Restaurante Cafe du Bourg-du-Four
Huuuummm… Tava bom isso, viu!

 

Disqus shortname is required. Please click on me and enter it

01 Comment

LEAVE A COMMENT