Os 6 Centros Turisticos de Lanzarote (parte II)
Espanha

Os 6 Centros Turisticos de Lanzarote (parte II)

Na primeira parte sobre os 6 Centros Turisticos de Lanzarote, eu comentei sobre o tal “Bono Turístico” e dei mais detalhes sobre três dos seis centros que ele cobre: Montañas de Fuego – Parque Nacional Timanfaya, MIAC – Castillo de San José e o Mirador del Río. Agora na segunda parte, você vai conhecer mais sobre os centros restantes (e talvez os mais interessantes) e assim, vai conseguir escolher qual dos tipos de Bono é a melhor opção para sua viagem.


Cueva de los Verdes

A entrada da Cueva de los Verdes.
A entrada da Cueva de los Verdes.

 

A Cueva de los Verdes fica no norte da ilha, no município de Haría. Sua formação é resultado da erupção do Vulcão de la Corona, que formou um grande túnel vulcânico subterrâneo de mais de 6 quilômetros de longitute que vai até o mar. O “Jameos del Agua” também se encontra no interior deste túnel.

Nós fizemos uma visita guiada e a guia ia explicando como o lugar havia sido criado e contando várias curiosidades sobre a Cueva e a região onde ela está situada. Ela falava em catalão e em inglês, assim todo mundo conseguia entender as informações. O espaço é muito bonito, com algumas formações bem interessantes – o que me faz lembrar que este túnel, além de ser um dos mais extensos do mundo, é considerado também uma das formações vulcânicas mais interessantes de Lanzarote – e é todo perfeitamente iluminado, fator que realça a beleza do lugar!

 

A entrada da gruta em Cueva de los Verdes.
A entrada da gruta em Cueva de los Verdes.

 

Lá dentro, bem embaixo, está situado um espaço grande para concertos que constantemente é palco para vários artistas. Quando chegamos lá, a guia nos deu alguns minutos para sentar e admirar o lugar e eu fiquei imaginando como deve ser legal assistir a um concerto em um lugar tão lindo e diferente como aquele (infelizmente nenhuma foto saiu boa de lá, por ter pouca luz disponível). Logo depois, nós partimos para a última (e melhor) parada da excursão. Chegamos a um espaço sem saber muito bem o que era… A guia chamou duas criancinhas para irem para a frente do que parecia ser um enorme e profundo buraco, e pediu para que elas jogassem pedras para vermos o quão profundo era. A iluminação acaba enganando quem vê e faz com que todo mundo pense que aquele é só um buraco, quando na verdade… Bom, ela pediu muito pra ninguém contar o que era a surpresa, então não vou contar (mas vendo a foto depois de ler isso, acho que todo mundo já vai saber o que era). :p

 

E aí, o que é isso afinal de contas? :p
E aí, o que é isso afinal de contas? :p

 

O preço normal da entrada é: 9 Euros por adulto – 4,50 Euros crianças entre 7-12 anos – 3,60 Euros crianças menores. A Cueva de los Verdes fica aberta de 10:00h às 18:00h diariamente (no verão fica aberta até as 19:00h).


Jameos del Agua

jameos_del_agua_lanzarote
O caranguejo símbolo do Jameos del Agua.

 

Como disse ali em cima, o centro Jameos del Agua está situado no interior do túnel vulcânico produzido pela erupção do Vulcão de la Corona e está localizado na parte mais próxima da costa. Este nome é devido à existência de um lago interior que foi originado por se encontrar abaixo do nível do mar.

A palavra “Jameos” nada mais é que a abertura de um espaço que permite acesso a diversas grutas e este centro tem ao menos três deles em seu terreno: o Jameo Chico, o Jameo Grande e o Jameo de la Cazuela. Este foi o primeiro Centro de Arte, Cultura e Turismo criado por César Manrique e é mais um reflexo de um de seus pilares criativos, a harmonia entre a natureza e a arte. Em 1977 o centro foi inaugurado (incluindo seu enorme Auditório), depois de mais de uma década de trabalho.

 

A entrada e primeira vista do “Jameo Chico” no Jameos del Agua.
A entrada e primeira vista do “Jameo Chico” no Jameos del Agua.

 

Já na entrada o lugar impressiona. Passando o restaurante e as várias mesinhas, chegamos à algo parecido com uma plataforma e já é possível ver um dos “jameos“, o Jameo Chico. Descendo a escada e chegando mais perto, vemos que a água tem um tom azul impressionante e junto com sua entrada e saída cheias de plantas, forma uma visão muito bonita. Neste lago existem vários caranguejos minúsculos e branquinhos – espécies únicas no mundo! – que mal são avistados pela maioria, mas vale prestar atenção ao fundo da água pra tentar ver um deles. Estes caranguejos são, inclusive, o símbolo do Jameos del Agua (aquela primeira foto lá em cima). Antes de entrar, é solicitado que não se jogue nenhuma moeda no lago para não estragar a obra, mas é óbvio que algumas pessoas ainda assim jogam moedas… Por que essa mania irritante de jogar moeda em qualquer laguinho que se vê? É um dos mistérios da humanidade e chega a me irritar profundamente…

 

Lindo de tirar o fôlego! Estes pontinhos brancos na água podem ser tanto caranguejos quanto… Moedas! Grrrr
Lindo de tirar o fôlego! Estes pontinhos brancos na água podem ser tanto caranguejos quanto… Moedas! Grrrr

 

Subindo a escada do outro lado do lago, chegamos a um espaço diferente, cercado por palmeiras, cactus e outras plantas que rodeiam uma piscina branca com o fundo azul intenso, o chamado Jameo Grande. Esta é uma das fotos que a gente mais vê quando pesquisa sobre Lanzarote e é realmente muito bonito ver de perto. Ao fundo, entramos em um enorme auditório, que aproveita o interior de uma gruta vulcânica.

 

Outra parte dos Jameos del Agua, o “Jameo Grande” também impressiona pela beleza.
Outra parte dos Jameos del Agua, o “Jameo Grande” também impressiona pela beleza.

 

As entradas custam normalmente: 9 Euros por adulto – 4,50 Euros crianças entre 7-12 anos. O centro fica aberto de 10:00 às 18:30h (Sábados até 22:00h e durante o verão até 00:30h).


Jardín de Cactus

jardin_cactus_lanzarote

 

Este é, talvez, o mais interessante de todos os centros! Um grande jardim só de cactus… Legal ou não? MUITO legal! Este jardim foi pensado por César Manrique na década de 70, mas somente nos anos 80 o projeto começou a ser feito e surgia aí mais um Centro de Arte, Cultura e Turismo. Em 1990 o Jardin de Cactus foi inaugurado, representando mais um excelente exemplo de uma intervenção arquitetônica integrada com uma paisagem natural.

 

A primeira vista na entrada do Jardin de Cactus.
A primeira vista na entrada do Jardin de Cactus.

 

Nos 5 mil metros quadrados deste centro, existem mais de 7200 exemplares de cactus de mais de 1100 espécies diversas, vinda de lugares como o Peru, México, EUA, Tanzania, Madagascar e das próprias Ilhas Canárias. A coleção continua aumentando, já que são feitas plantações periódicas no espaço. São cactus altos e imensos, pequeninhos e parecidos com minhocas, pretos, verdes, roxos, brancos… Dá pra se passar horas lá dentro observando todos os tipos e tirando várias fotos dos detalhes. É bom ir com mais tempo pra não perder nada!

 

Detalhes dos cactus no Jardin de Cactus.
Detalhes dos cactus no Jardin de Cactus.

 

Este centro conta com um restaurante que fica aberto o dia inteiro.

Os preços sem o bono: 5,50 Euros por adulto – 2,75 Euros crianças entre 7-12 anos. O Jardín fica aberto de 10:00h às 17:45h diariamente (no verão o espaço abre às 09:00h).

E assim eu termino de falar sobre os 6 Centros Turisticos de Lanzarote. Agora já dá pra decidir bem qual dos tipos de Bono Turistico escolher, né? Eu sinceramente aconselho a pegar o que dá direito a visitar os 6 centros turisticos de Lanzarote, já que 5 deles são extremamente interessantes, mas vai do gosto – e do bolso – de cada um. No próximo post vou contar um pouco mais sobre as lindas praias de Lanzarote. 😉

HOTEL EM LANZAROTE

Hotel Sun Royal

Hotel perto da Playa Dorada e muito bom! O quarto era na verdade um apartamento (todos são), com sala, cozinha, quarto e varanda e eu devo dizer que é maior que o meu apartamento aqui em Londres! Você pode pegar self catering e cozinhar no apartamento, que oferece todos os utensílios ou pode fazer como nós e pegar o all inclusive. As refeições eram muito boas, muita variedade e eu acho que tinha muita opção de bebida o dia inteiro… Acho porque a gente só tomou sangria o tempo todo. :p

Extremamente barato (acho que por uma semana all inclusive nós pagamos menos de £300) e os quarto-apartamentos são muitos bons e enormes! Recomendo muito.

 

Veja também

Lanzarote: El Golfo e Los Hervideros, dois passeios fascinantes.

As Praias de Lanzarote, Espanha

Os 6 Centros Turisticos de Lanzarote, Espanha

7 Dias em Lanzarote, Ilhas Canárias – Espanha

Disqus shortname is required. Please click on me and enter it

01 Comment

  1. Letícia

    Sensacional!!! Deu uma vontade enorme de conhecer!
    Parabéns pelo post!

    09/09/2013 Responder

LEAVE A COMMENT