Trabalho e Custo de Vida em Londres
Londres

Trabalho e Custo de Vida em Londres

PARA UM GUIA COMPLETO COM DICAS PARA ALUGAR APARTAMENTO EM LONDRES, CLIQUE AQUI

Tenho recebido alguns emails me perguntando sobre mercado de trabalho por aqui. Infelizmente, minha experiência nesse assunto não é muito vasta, então vou escrever o que tenho sentido e visto por aqui, ok? Vou abrir uma exceção e contar o que tem acontecido comigo e dar algumas dicas (digo “exceção”, porque não fiz esse blog pra ficar falando de mim). É tudo uma opinião minha, e espero que outros moradores possam ajudar dando sua opinião nos comentários!

Comecei a procurar trabalho efetivamente em Abril. Entro em sites de emprego como o Gumtree (que oferece desde empregos, até casas para alugar/comprar, carros a venda, etc), o Top Language Jobs e o Reed todos os dias desde então. No primeiro dia que mandei currículo, já consegui uma entrevista no dia seguinte. A vaga era temporária, para trabalhar nas Olimpíadas. Como qualquer pessoa que não se sinta 100% confortável falando inglês, fiquei muito apreensiva por não saber o que esperar. Fiz uma dinâmica de grupo tranquila, com um pessoal que parecia estar até menos preparado que eu. Fui vestida não social, mas com uma roupa bonita (é o que estou acostumada a fazer em qualquer entrevista), e quando cheguei vi que as pessoas estavam de short com meia-calça rasgada, tênis sujo e regatinha. A dinâmica foi a mesma coisa de qualquer uma feita no Brasil, mas até mais fácil e divertida! No final do mesmo dia, já recebi um email dizendo que havia conseguido uma das vagas. Foram quase 2000 concorrentes e apenas 480 passaram. Fiquei extremamente feliz e até um pouco mais confiante. A ansiedade até o fim de Junho (quando começam os treinamentos) vai ser enorme, mas pelo menos já é algo bem legal confirmado.

Outro dia fui até um “Job Centre” aqui perto de casa, onde o pessoal dá dicas de como fazer um currículo, como se portar nas entrevistas e onde é possível achar algumas vagas de emprego anunciadas. Essa é uma boa dica pra quem está procurando trabalho: vá até o Job Centre mais perto da sua casa e tente marcar um horário pra bater um papo com algum dos consultores. Eles estão lá exatamente para ajudar! Fora olhar nos sites de emprego e ir até o Job Centre, também é válido entregar currículo direto na loja ou restaurante de seu interesse.

O que todo mundo perguntou nos emails é: tem muito emprego? Vale a pena? O que EU acho é que sim, tem muito emprego e de tudo quanto é jeito, mas não acho que seja fácil conseguir algo melhor. Pra quem pensa em vir trabalhar como cleaner, nanny ou babysitter, recepcionista em salão de beleza (…), acredito que seja bem maior a possibilidade de conseguir um trabalho rapidamente. Estes trabalhos normalmente são pagos por hora, e pelo que vejo, é um mínimo de £6/hora. Mas pelo que vejo nos anúncios, até para ser garçonete em restaurante ou pub, é exigido experiência e bom nível de inglês. Isso é um ponto determinante para se conseguir um bom emprego aqui: ter bom inglês tanto na conversação quanto na escrita. Se vale a pena? O que eu penso e já vi muita gente falando, é que mesmo quem não ganha muito, consegue pagar suas contas e ainda viajar. Fora isso, acho que morar aqui é uma experiência sensacional, um lugar muito bacana e por isso, muita gente nem se importa em ganhar muito dinheiro ou trabalhar com algo que realmente goste. Isso de valer a pena vai muito de opinião, mas eu acho que é válido, sim… Tudo conta como experiência de vida, certo?

Sobre o custo de vida em Londres:

Moradia e transporte: O custo de vida aqui é alto, principalmente o custo com moradia. Para alugar um studio flat pequeno (quarto e sala juntos) numa área mais central, o mínimo a pagar é cerca de £180 por semana. Se você não se importar em morar mais afastado do centro da cidade, vai pagar menos e morar melhor. Ao mesmo tempo, vai ter mais gastos com transporte, que também é um ítem bem caro em Londres. Em relação à transporte, vou fazer um post dando uma dica valiosa (o famoso Oyster Card, que ajuda a economizar nas tarifas) e explicando melhor a respeito. Se você pretende dividir casa, o custo já pode diminuir para até £600 por mês com todas as contas inclusas (dependendo da região, claro). Já quarto sendo alugado por £85 por semana!!

Alimentação: Se você compra no mercado para cozinhar em casa, fica bem em conta, às vezes acho que é até mais barato que no Brasil. É possível encontrar uma variedade enorme de legumes/verduras/frutas e outras coisas diferentes que eu pelo menos, adoro experimentar! Mas se você for comer na rua todo dia, já gasta um valor bem alto. O preço da comida e da bebida na rua normalmente assusta, principalmente no começo (o mínimo que se gasta em uma refeição com bebida, é em torno de £8). Nós saímos uma ou duas vezes por semana no máximo, e no resto dos dias cozinhamos em casa. Fora ficar mais barato, a comida é bem mais gostosa e saudável!

Telefonia: Uma coisa boa daqui é que todas as operadoras oferecem ou internet ilimitada ou uma quantidade suficiente em qualquer um dos planos. São várias operadoras existentes e cabe à você escolher qual delas oferece o que você precisa. É só escolher e comprar o seu “SIM card” em qualquer mercado (desde os maiores até os pequenos chamados off licence) ou na própria loja da operadora (elas estão espalhadas pela cidade, mas na Oxford Street é bem mais fácil encontrá-las uma ao lado da outra). Todas oferecem os planos pré-pagos (Pay As You Go) e os planos de conta. No meu caso, uso a operadora Three e pago £10 por mês. Com isso, consigo ligar e mandar sms à vontade pra qualquer operadora e ainda tenho 500mb de internet, o que me permite andar até com o Skype ligado o dia inteiro pra falar com a família.  Alguns exemplos de operadoras são: Three, O2, Lebara, T-Mobile, Vodafone e Orange. Uma ótima dica pra falar com quem ficou no Brasil, é realmente usar o Skype. Pra quem não sabe, dá pra conversar por escrito, video ou audio e mesmo pra fazer ligação internacional pra celular, o preço da chamada é bem mais baixo que usando o telefone normal.

Bom, espero ter ajudado pelo menos um pouco. Fico aguardando qualquer comentário do pessoal que mora aqui e queira dar a sua opinião também.

 

OUTROS POSTS SOBRE A VIDA LONDRES:

Entendendo o Metrô de Londres

Como eu Vim Morar em Londres

Dicas Para Alugar Apartamento em Londres 

Comer Barato em Londres

Veja também

Como procurar trabalho em Londres

Disqus shortname is required. Please click on me and enter it

20 Comments

  1. Andrea Brito

    Muito bom o post. Ótimas dicas!!! Estou querendo ir a Londres em janeiro 🙂

    Bjs

    30/05/2012 Responder
  2. brunahagemann

    ASHAY! RÁ!!!
    Então, pra ser mais chata, vou te enviar um e-mail. E vou dar uma fuçadinha óbvia por aqui 😀

    Beijos!!

    30/05/2012 Responder
  3. brunahagemann

    Ah, btw, adicionei o seu blog na lista dos meus 🙂

    brunahagemann.wordpress.com

    31/05/2012 Responder
  4. carlos

    Adorei voces, quero ir para Londrs com a minha esposa dentro de alguns anos, estamos aprendendo ingles e nos formando 1° , quem sabe consigo realizar este sonho…

    abs

    07/05/2013 Responder
  5. thyerri figueira

    nossa é um lugar que me encaixa bem gosto muito, admiro e tenho muita vontade de tentar a vida ai!!! antes vou me especializar bem no inglês e ai sim por em pratica : ))

    10/01/2014 Responder
    • Luiza Ferrari

      Isso mesmo! Melhor vir com o inglês bom (se é pra trabalhar).
      Boa sorte! 🙂

      10/01/2014 Responder
  6. Ana Paula

    Oi. Muito interessante seu blog gostei.
    Eu estou para ir trabalhar em Londres em uma residência. Meu empregador vai arcar com todas as despesas eu irei ficar na casa dele livre de gastos. Eles já estão preparando todos os papéis, mas eu não falo inglês expliquei para ele’, ele disse não ser problema Pois farei um curso lá. Gostaria de saber a sua opinião . Obrigada.

    05/05/2015 Responder
    • Luiza Ferrari

      Ana Paula,

      eu não sei que emprego é, não sei como você achou esse trabalho, não sei nada… Não tenho como dar a minha opinião, desculpe.
      Um tanto quanto estranho você ficar na casa dele (eu teria bastante receio), mas como disse, não sei do que se trata.

      14/05/2015 Responder
    • Jaime

      Sabe de nada inocente!!!

      02/02/2016 Responder
  7. Vinicius

    Olá.. eu ja falo ingles, mas nao fluentemente, porem consigo me comunicar muito bem cm amigs americanos. talvez eu sinta a diferenca ao conversar cm britanicos. porem, quero saber o valor dos quartos para alugar ai em londres e tambem se ha oportunidade de emprego. nem qe seja em restaurantes,hoteis,pub etc. me informa certinho? obrigado

    17/08/2015 Responder
  8. Bruno de araujo reia

    Muito bom o post!! Poderia me informar quanto gasta mais ou menos com alimentação? (Mercado, comida comprada e feita em casa) e se existe a famosa quentinha brasileira a venda por aí (pobre mas feliz hahaha)
    Obrigado!

    10/02/2016 Responder
    • Luiza Ferrari

      Tudo depende do que você come, Bruno. Eu e meu marido cozinhamos em casa e ele leva comida para o trabalho todos os dias, por isso gastamos um pouco a mais no mercado. Não sei ao certo quanto gastamos com alimentação, mas acredito que seja algo em torno de £50 por semana ou até um pouco mais.
      Sim, alguns restaurantes brasileiros vendem marmitas, mas a maioria tem restrições na área de entrega.

      10/02/2016 Responder
  9. Cybele

    Olá. Gostaria de saber sobre escolas para crianças aí. Se existem públicas e os sistemas para estrangeiros. Quero elogiar o blog e agradecer por ajudar a tantos que têm dúvidas.

    22/07/2016 Responder
    • Luiza Ferrari

      Existem escolas públicas, mas não faço ideia como funciona para conseguir uma vaga. Nunca tive que olhar isso e nem tenho contato com famílias crianças aqui… =

      25/07/2016 Responder

LEAVE A COMMENT